O ALVORECER DE UMA REVISTA - ALVORADA:

REVISTA DA MULHER PRESBITERIANA INDEPENDENTE

Autores

  • Isvia Silva Gomes Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul
  • Estela Natalina Mantovani Bertoletti Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul

DOI:

https://doi.org/10.36311/2447-780X.2019.v5.n1.02.p9

Palavras-chave:

História da educação. Educação feminina. Impressos presbiterianos.

Resumo

Este artigo versa acerca da revista feminina protestante intitulada “Alvorada: Revista da Mulher Presbiteriana Independente” e tem por objetivo identificar, por intermédio da leitura dos elementos paratextuais, quais as características que a configuravam como pertencente ao grupo das revistas femininas. A análise é circunscrita aos primeiros dez anos de circulação da revista, isto é, entre os anos de 1968 e 1978, visto que neste espaço temporal esteve sob o comando de uma mesma redatora-chefe, mantendo um padrão editorial. Ao final, é possível elencar os fatores que caracterizavam “Alvorada” como uma revista propriamente feminina: o tom coloquial de seu editorial; os textos que tratavam de cuidados domésticos, com a família e com a alimentação; a ampla diversidade textual; as sugestões literárias, bem como os textos com caráter de aconselhamento.

Recebido em: 2019-06-06

Aceito em:  2019-28-06

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-07-26

Como Citar

Gomes, I. S., & Bertoletti, E. N. M. (2019). O ALVORECER DE UMA REVISTA - ALVORADA:: REVISTA DA MULHER PRESBITERIANA INDEPENDENTE. Revista Do Instituto De Políticas Públicas De Marília, 5(1), 9–24. https://doi.org/10.36311/2447-780X.2019.v5.n1.02.p9

Edição

Seção

Artigos do Dossiê