Metodologias ativas e sua contribuição no ensino de administração rural de nível técnico

Autores

  • Igo Renan Albuquerque de Andrade Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Boa Viagem
  • Isabel Magda Said Pierre Carneiro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, Pró-reitoria

DOI:

https://doi.org/10.36311/2447-780X.2020.v6.n2.05.p63

Palavras-chave:

Educação Profissionalizante, Ensino Técnico, Metodologias Ativas, Processo de Ensino-aprendizagem

Resumo

A adoção de metodologias ativas na sala de aula dos cursos técnicos permite transformar um ensino tido como tradicional, baseado na transmissão de conteúdo pelo professor, em disciplinas interativas, mais proveitosas, mantendo o aluno como protagonista do processo de ensino-aprendizagem. O presente estudo teve como objetivo propor o uso de metodologias ativas no ensino da disciplina de Administração Rural no curso técnico subsequente em Agropecuária do IFCE, campus Boa Viagem, no intuito de contribuir para a melhoria dos processos de ensino-aprendizagem. O trabalho foi desenvolvido através da realização de coletas de materiais bibliográficos publicados entre os anos de 2010 a 2020, disponíveis na web, durante os meses de agosto a outubro de 2020, utilizando bases de dados online, como Scientific Eletronic Library Online (SCIELO) e Google Acadêmico, assim como e-books, dissertações e teses, selecionando metodologias ativas possíveis de serem utilizadas na disciplina de Administração Rural. Dentre as diferentes metodologias ativas estudadas, foram selecionadas seis metodologias que mais se destacam no contexto da disciplina: estudo de caso, métodos de projetos, aprendizagem baseada em problemas, sala de aula invertida (flippedclassroom), aprendizagem por pares (peerinstruction) e grupos operativos. Diversas são as metodologias ativas possíveis de serem utilizadas na disciplina de Administração Rural do curso técnico subsequente em Agropecuária, em que a escolha da metodologia mais apropriada ou a associação de diferentes metodologias dependerá da disponibilidade das ferramentas necessárias, do tempo para execução e da contextualização do conteúdo por parte do docente da disciplina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabel Magda Said Pierre Carneiro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, Pró-reitoria

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), mestrado em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e doutorado em Educação pela UECE. É pedagoga do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), lotada na Pró-Reitoria de Ensino (PROEN), no Departamento de Ensino Básico e Técnico (DEBT).

Downloads

Publicado

2020-12-29

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa