Compreendendo a Agenda-setting e o Modelo dos Múltiplos Fluxos de John Kingdon

Autores

  • Andréia Lopes Cirino Cirino Universidade Federal de Viçosa
  • Laíza Nília da Silva Universidade Federal de Viçosa
  • James Rocha Rodrigues Melo Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.36311/2447-780X.2021.v7.n1.p119-132

Palavras-chave:

Agenda-setting;, Políticas Públicas, Modelo dos Múltiplos Fluxos, John Kingdon

Resumo

A discussão sobre como determinadas questões tornam-se problemas públicos e emergem na agenda governamental é primordial para a compreensão das políticas públicas e da vida política de um Estado. A fim de modelar a escolha organizacional para entender o processo de agenda-setting, Kingdon elaborou o Modelo dos Múltiplos Fluxos. O presente estudo buscou compreender a agenda-setting, evidenciando a importância da mesma no cenário político. Como resultado, ressalta-se que a criação e aplicação do Modelo de Múltiplos Fluxos fizeram com que a agenda-setting ganhasse formas, tornando possível identificar suas etapas decisórias e os agentes envolvidos, adicionalmente, o modelo ajuda a entender o papel das ideias neste processo, fornecendo uma visão menos funcionalista e técnica de um processo farto de complexidades e contingências.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-06-10

Edição

Seção

Artigos de Revisão