Formação docente para lecionar aos alunos público-alvo da educação especial

Autores

  • Albina CAPELETTI INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA
  • Roberta Cajaseiras de CARVALHO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA

DOI:

https://doi.org/10.36311/2358-8845.2022.v9n1.p55-70

Palavras-chave:

Educação especial. Atendimento educacional especializado. Formação docente.

Resumo

A busca pela promoção de uma educação inclusiva nos Institutos Federais brasileiros tem gerado debates e a constatação de que ainda há muito por ser feito. Nesse contexto, esta pesquisa buscou identificar a percepção dos docentes do IFSC Chapecó sobre as condições necessárias para lecionar aos alunos público-alvo da educação especial. Para isso, baseou-se em uma pesquisa bibliográfica e de campo, caracterizando-se como um estudo de caso. A parte empírica da investigação aplicou um questionário on-line a uma amostra de 21 docentes, com perguntas abertas e fechadas dispostas através de formulário on-line. Entre os resultados obtidos, destaca-se que quase metade dos entrevistados não se sente segura e capaz de organizar atividades para os alunos público-alvo da educação especial, e que mais da metade dos docentes se sente parcialmente preparado para atuar com esses estudantes. Os dados indicam que entre as intenções institucionais de inclusão e a sua efetivação, ainda há um longo caminho a ser percorrido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Albina CAPELETTI, INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA

Especialista em Teorias e Metodologias da Educação Básica e Profissional (IFSC), Bacharel em Administração (UNOESC), Licenciada em Pedagogia (FAEL). Prefeitura Municipal de Tapejara (RS).

Roberta Cajaseiras de CARVALHO, INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA

Doutora em Educação (UPF), Mestre em Turismo (UCS) e Bacharel em Turismo (UFPE). Professora do EBTT do IFSC câmpus Chapecó.

Referências

BRASIL. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da pessoa com deficiência). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm Acesso em: 18 ago. 2021.

DIAS, Kátia Arruda. MASCARENHAS, Edicléa Fernandes. O estado da arte sobre a inclusão nos institutos federais: dialogando sobre ações inclusivas na rede. Braz. J. of Develop.,Curitiba, v.6, n.6,p. 39618-39632 jun.2020. DOI: 10.34117/bjdv6n6-488. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/12034/10056. Acesso em: 20 jun. 2021.

FONTES, Rejane de Souza. Ensino colaborativo: uma proposta de educação inclusiva. Araraquara, SP: Junqueira&Marin, 2009.

GIL. Marta (coord). Educação inclusiva: o que o professor tem a ver com isso? São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo: Ashoka Brasil, 2005.

IFSC. PDI 2020 – 2024. Florianópolis: IFSC, 2020. Disponível em: https://www.ifsc.edu.br/pdi-2020-2024. Acesso em: 18 ago. 2021.

MEDEIROS, Tatiane Cimara dos Santos. PASSOS, Daniela Oliveira Ramos dos. Inclusão de estudantes público-alvo da educação especial nos institutos federais brasileiros: revisão bibliográfica. Revista Diálogos e Perspectivas em Educação Especial, v. 6, n. 1, p. 183-196, Jan.-Jun., 2019. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/dialogoseperspectivas/article/view/9165 Acesso em: 18 ago. 2021.

MENDES. Katiuscia Aparecida Moreira de Oliveira. Educação Especial Inclusiva nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia Brasileiros. 165 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Educação (FE), Programa de Pós-Graduação em Educação, Goiânia, 2017.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Especial. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secretaria-de-educacao-especial-sp-598129159#:~:text=A%20partir%20da%20nova%20pol%C3%ADtica,e%20com%20altas%20habilidades%2Fsuperdota%C3%A7%C3%A3o. Acesso em: 09 set. 2021.

RFEPCT. Conheça as características das instituições que compõem a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e a lista de suas unidades. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/rede-federal-inicial/instituicoes#:~:text=Rio%20de%20Janeiro.-,Escolas%20t%C3%A9cnicas%20vinculadas,suas%20respectivas%20%C3%A1reas%20de%20atua%C3%A7%C3%A3o. Acesso em setembro de 2020.

SILVA, Fernanda Souza da. Educação Profissional e a Inclusão de Pessoas com Deficiência: um mapeamento sistemático. 19 f. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica. Vol. 1 (2020). Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/8199/pdf; Acesso em: 05 nov. 2020.

SOUTO, Maricélia Tomáz. Educação Inclusiva no Brasil Contexto Histórico e Contemporaneidade. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB. 2014. Disponível em; https://www.editorarealize.com.br/editora/anais/cintedi/2014/Modalidade_1datahora_02_11_2014_11_59_38_idinscrito_2760_f994a51772b4083feab5493db26f4461.pdf. Acesso em: jan. 2020.

Downloads

Publicado

2022-09-16

Edição

Seção

Fluxo Contínuo