“Custa nada sonhar” em tempos de hiperinflação
PDF

Palavras-chave

Itamar Assumpção e Paulo Leminski
Hiperinflação
Indústria Fonográfica
Produção Musical Independente

Como Citar

PELLEGRINO DE OLIVEIRA, P. “Custa nada sonhar” em tempos de hiperinflação: um retrato bem humorado da trágica realidade econômica brasileira no início da década de 1990. Revista Aurora, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 155–170, 2022. DOI: 10.36311/1982-8004.2022.v15.n1.p155-170. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/12599. Acesso em: 15 abr. 2024.

Resumo

Este artigo busca analisar o contexto social, político, econômico e cultural brasileiro no início dos anos 1990. O trabalho tem como base a análise crítica da canção “Custa Nada Sonhar” (Itamar Assumpção/ Paulo Leminski) que possibilita a abertura para o desenvolvimento do tema proposto. Inicialmente, apresenta através de breves comentários a trajetória pessoal e profissional dos compositores. Em seguida, parte para a análise da canção dividida em texto e música. Para assim, através dos elementos presentes na obra, tratar o momento político e econômico do início desta década e o impacto ocasionado pela crise econômica no setor da indústria fonográfica. Assim como, o desenvolvimento da produção musical independente como via alternativa à lógica da indústria e do mercado.

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2022.v15.n1.p155-170
PDF

Referências

BASTOS, Maria Clara. Processos de composição e expressão na obra de Itamar Assumpção. São Paulo, 2012. Dissertação (Mestrado em Artes) – Escola de Comunicação e Artes. Universidade de São Paulo.

CALADO, Carlos. Trilogia combina artesanato sonoro e humor. Folha de São Paulo, caderno Ilustrada, 23/5/1994. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1994/5/23/ilustrada/16.html

CASTRO, Riba. Lira Paulistana: um delírio de porão. São Paulo: Ed. do Autor, 2014.

DIAS, Marcia Tosta. Os donos da voz: indústria fonográfica brasileira e mundialização da cultura. 2 ª ed. São Paulo: Boitempo/Fapesp, 2008.

DIAS, Marcia Tosta. A produção fonográfica independente – Baratos Afins e o rock dos anos 80. ArtCultura, Uberlândia, v. 17, n. 31, p. 39-55, jul./dez. 2015.

FALBO, Conrado Vito Rodrigues. Beleléu e Pretobrás: Palavra, performance e personagens nas canções de Itamar Assumpção. Recife, 2009. Dissertação (Mestrado em Letras) – Centro de Artes e Comunicação. Universidade Federal de Pernambuco.

FASUTO, Boris. História do Brasil. 2. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1995.

FAUSTO, Boris. História Concisa do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2001.

GARCIA, Walter. “Clara Crocodilo” e “Nego Dito”: dois perigosos marginais?. Antíteses, Londrina, v.8, n.15, p. 10-36, jan./jun. 2015.

HARA, Tony. Amizade e Criação. VEREDAS - Revista Interdisciplinar de Humanidades, [S.l.], v. 1, n. 2, p. 18-42, dez. 2018. Disponível em: httprevista.unisa.brindex.php1articleview54. Acesso em 29 jun. 2020.

NUERNBERGER, Renan. Inquietudo: uma poética possível no Brasil dos anos 1970. São Paulo, 2014. Dissertação (Mestrado em Letras) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo.

OLIVEIRA, Francisco de. Política numa era de indeterminação: opacidade e reencantamento. In: OLIVEIRA, Francisco; RIZEK, Cibele Saliba (orgs.). A era da indeterminação. São Paulo: Boitempo, 2007. p. 15-45.

PAULO, Leminski. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa2851/paulo-leminski>. Acesso em: 5 de jul. 2020.

SILVA, Rita de Cassia. Singular e Plural: os vários “eus” de Beleléu – Uma análise da performance como linguagem nos primeiros discos de Itamar Assumpção. São Paulo, 2012. Dissertação (Mestrado em Letras) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo.

SIMON, Iumna Maria; DANTAS, Vinicius. Poesia ruim, sociedade pior. Remate de Males, Campinas, v. 7, p.95-108, 1987.

SIMON, Iumna Maria. Considerações sobre a poesia brasileira em fim de século. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n. 55, p.27-36, nov. 1999.

VAZ, Nuno Vaz. História da Música Independente. São Paulo: Brasiliense, 1988.

VICENTE, Eduardo. A Música Independente no Brasil: Uma Reflexão. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 28., 2005, Rio de Janeiro. Disponível em <http://www.portcom.intercom.org.br/pdfs/49335008949277938986592713214137599956.pdf>. Acesso em 25 jun. 2020.

VELLOSO, Rogério (direção). Itamar Assumpção: Daquele instante em diante. São Paulo, Itaú Cultural, 2011. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=be2n1tpJjf0>. Acesso em 25 jun. 2020.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Revista Aurora

Downloads

Não há dados estatísticos.