Processo de Avaliação pelos Pares

Diretrizes e Avaliação por pares

Toda contribuição submetida à Revista Aurora passa, primeiramente, por uma avaliação preliminar dos Editores que analisa a adequação dos trabalhos segundo a linha editorial da Revista, sua adequação ao escopo, e aspectos como contribuição e ineditismo do texto. As submissões que passaram pelo processo de verificação editorial, são encaminhadas para duas/dois avaliadoras/es ad hoc especializadas/os na temática, que servirão de subsídio aos editores, podendo-se consultar um/a terceira/o parecerista em caso de conflito nas avaliações. O sistema de revisão é duplo cego (Double Blind Review): os nomes dos/as pareceristas permanecerão em sigilo, omitindo-se também os nomes dos/as autores/as perante os/as pareceristas.  

Os critérios para a avaliação dos artigos levam em conta relevância do tema, originalidade da contribuição nas áreas temáticas da Revista, clareza do texto, adequação da bibliografia, estruturação e desenvolvimento teórico, metodologia utilizada, conclusões e contribuição oferecida para o conhecimento da área.

 Os pareceres poderão resultar em 4 tipos de avaliações: Aceitar; Aceitar com revisões; Submeter novamente para avaliação; Rejeitar.

 A publicação de trabalhos está condicionada ao cumprimento das recomendações dos pareceristas.