Do direito à educação do campo

a luta continua!

Autores

  • Adelaide Ferreira Coutinho Universidade Federal do Maranhão image/svg+xml

DOI:

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2009.v3n1.1218

Palavras-chave:

Educação, Educação do Campo, Política Educacional, Movimentos sociais

Resumo

Pretende-se, nesse artigo, desvelar as relações históricas entre Estado e movimentos sociais, no que diz respeito à oferta de educação pública aos povos do campo. Apesar de haver um debate nacional e produções teóricas acerca desse objeto de estudo, admite-se a necessidade de continuar essas reflexões sobre as políticas para a Educação do Campo e sobre a luta dos movimentos sociais do campo com essa finalidade. Entende-se o campo como espaço de vida e resistência, onde trabalhadores(as) lutam por reforma agrária e pela educação pública. Parte-se da Colônia, mas sem pretensões cronológicas e sim, tentando verificar nas raízes históricas do fenômeno a explicação para sua manifestação

Biografia do Autor

  • Adelaide Ferreira Coutinho, Universidade Federal do Maranhão

    Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação II da UFMA. Coordenadora Institucional - UFMA do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária PRONERA/UFMA/MST/ASSEMA/CCN/ACO NERUQ. Contato: adelaide.fcoutinho@bol.com.br

Referências

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. História da Educação. São Paulo: Moderna, 1989.

ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART, Roseli Salete & MOLINA, Mónica Castagna (org.). Por uma educação do campo. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Brasília: SECAD, 2002.

CALAZANS, Maria Julieta. Planejamento da educação no Brasil: novas estratégias em busca de novas concepções. In: KUENZER, Acácia Zeneida et all. Planejamento e educação no Brasil. São Paulo: Cortez, 1996.

CHAUÍ, Marilena. Brasil: mito fundador e sociedade autoritária. São Paulo: SP, Editora fundação Perseu Abramo, 2000.

LIMA Lauro de Oliveira. Estórias da Educação no Brasil: de pombal a passarinho. Brasília : Editora Brasília, 1978.

FERNANDES, Bernardo Mançano; MOLINA, Mônica Castagna. O Campo da educação do campo. In: MOLINA, Mônica Castagna; JESUS, Sônia Mary Azevedo de (Ogs). Contribuições para a construção de um projeto de Educação do Campo. Brasília, DF: ‘Articulação Nacional Por Uma Educação do Campo’, 2004. (Coleção por uma Educação Básica do Campo, No 5).

MARX, K. A questão Judaica. Portugal, Lisboa: Edições 70, 1989).

RIBEIRO, Maria Luiza Santos. História da educação brasileira. Campinas: SP; Editora: Autores Associados, 2001).

SAVIANI, Dermeval. A nova Lei da Educação: trajetória, limites e perspectivas. Campinas, SP: Autores Associados, 2001.

Downloads

Publicado

2009-12-20

Edição

Seção

Miscelânea

Como Citar

Do direito à educação do campo: a luta continua!. Revista Aurora, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 40–48, 2009. DOI: 10.36311/1982-8004.2009.v3n1.1218. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/1218.. Acesso em: 19 jun. 2024.