LUAR DO SERTÃO A INGENUIDADE FORA DE MODA

Autores

  • ODIRLEI DIAS PEREIRA

DOI:

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2008.v2n1.1200

Resumo

Escrever esta apresentação se mostra uma tarefa mais difícil do que pode parecer à primeira vista. No dia 04 de dezembro deste ano sofremos uma perda irreparável. Nosso amigo e companheiro Odirlei Dias Pereira faleceu aos vinte e sete anos de idade, deixando saudades em seus conhecidos, colegas, amigos e familiares. Odirlei construiu sua carreira acadêmica na Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP (Marília) onde ingressou na graduação em 2002, e no Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais em 2006. Foi um dos membros fundadores do Grupo de Estudos e Pesquisa em Literatura e Cinema da casa, era um apaixonado pelo cinema brasileiro, e sua dissertação de mestrado versa sobre esta temática como poderemos perceber pelo texto que segue: seu capítulo preferido, uma bela e consistente análise do filme Luar do Sertão (BR, 1970) de Osvaldo de Oliveira. Sempre ocupado, nosso amigo nutria um incrível gosto pela vida. Era um companheiro dedicado, sempre disposto a ajudar os amigos e não suportava ver ninguém triste. A Revista Aurora, por meio de sua seção Especial, homenageia este jovem intelectual, determinado e competente, publicando um dos capítulos de sua dissertação de mestrado defendida em outubro de 2008. Esta homenagem é marcada pela saudade, mas como diria o próprio Odirlei a todos que quisessem ouvir: ?Vamos que vamos!?.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-12-20

Edição

Seção

Especial