Educação inclusiva no ensino remoto

fortalecendo o vínculo escola e família

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36311/2358-8845.2021.v8n1.p41-54

Palavras-chave:

Pandemia, Educação Especial e Inclusiva, Ensino Remoto, Escola e Família, Prática Docente

Resumo

O presente estudo aborda reflexões a respeito da dinâmica e organização do trabalho pedagógico, bem como a relação entre escola e família no contexto do ensino remoto em tempos de pandemia, devido à disseminação da Covid-19. Trata-se de uma situação que exige da escola nova postura referente ao processo ensino e aprendizagem, a fim de proporcionar aos estudantes a continuidade em aspectos educacionais viabilizados pela internet. Os objetivos são discutir sobre o cenário do ensino remoto implementado devido à pandemia causada pela Covid-19, abordando o uso de tecnologias digitais; sobre o contexto da Educação Especial durante o ensino remoto; sobre a ressignificação de práticas pedagógicas e sobre a relação entre escolas e famílias frente às mudanças diante da pandemia. A metodologia foi desenvolvida a partir da Revisão de Literatura, com fontes bibliográficas selecionadas ao encontro da proposta de pesquisa. Conclui-se que diante dos novos desafios provocados pela Covid-19, no contexto educacional, o ensino remoto passou a exercer um papel essencial na educação frente à necessidade de continuidade do processo de ensino e aprendizagem, e de garantia ao acesso de todos os estudantes, inclusive os da Educação Especial. Cabe salientar que não se trata de uma realidade para todos os estudantes, uma vez que muitos não possuem acesso à internet ou aparelhos tecnológicos digitais. Acredita-se que o tema possui relevância ao abordar a Educação Especial e Educação Inclusiva, que devem estar presentes nas discussões de âmbito educacional, inclusive em tempos de pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilda Pereira da Silva, Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

Mestre em Educação pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE. Professora da Rede Estadual de Educação de São Paulo

Eliane Rose Maio, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Doutora em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Professora do Programa da Pós-graduação em Educação - PPE, da Universidade Estadual de Maringá - UEM

Referências

BOGDAN, Robert. BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em educação. Uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto, 1994.

BRASIL. Ministério da Saúde. O que é a Covid-19? Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/coronavirus/o-que-e-o-coronavirus. Acesso em: 16 out. 2021.

COLETIVXS, Covid 19. Educação Especial na Perspectiva Inclusiva. Informe-se e saiba trabalhar pela educação de maneira colaborativa. Campanha Nacional pelo direito á educação. Educação e Cultura Inclusivas. Escola de gente. (2020). Disponível em: https://media.campanha.org.br/acervo/documentos/COVID-19_Guia7_FINAL.pdf. Acesso em: 10 out. 2021.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 8.e. KALOUSTIAN, Sílvio Manoug (Org.) Família Brasileira: a base de tudo. São Paulo: Cortez, 2010, p. 7-21.

KALOUSTIAN, Sílvio Manoug. Família brasileira, a base de tudo. Brasília: Unicef, 1998.

LEITÃO, Luciney Araújo; BARROS, Ana Caroline da Silveira; ARAÚJO, Kassandra Gisele Rojas de. A educação escolar pública e privada em tempos de pandemia na cidade do Rio Branco – Acre: notas de diário do campo. (2020). Disponível em: https://amazonia.fiocruz.br/wp-content/uploads/2020/07/REPOSITORIO-Texto-7.pdf. Acesso em: 18 out. 2021.

LIBÂNEO, José Carlos. Adeus professor, adeus professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. 11.ed. São Paulo: Cortez, 2009.

MELLO, Maria Teresa Leitão de. Programas oficiais para formação dos professores da educação básica. Educação & Sociedade. Campinas/SP, v. 20, n. 68, p.45-67, dez.1999.

MOREIRA, José Antonio. Novos cenários e modelos de aprendizagem construtivistas em plataformas digitais. In: MONTEIRO, Angélica; MOREIRA, José Antonio; ALMEIDA, A. C. (Orgs.). Educação Online: Pedagogia e Aprendizagem em Plataformas Digitais. Santo Tirso/Portugal: De Facto, 2012, p. 29-46.

MOREIRA, José Antonio; MONTEIRO, Angélica M. Ensinar e aprender online com tecnologias digitais: abordagens teóricas e metodológicas. Porto: Porto Editora, 2012.

SÁ FILHO, Clóvis Soares; MACHADO, Elian de Castro. O computador como agente transformador da educação e o papel do objeto de aprendizagem. 1º Seminário ABED de Educação a Distância: Habilidades e Talentos em EAD. (2003). Disponível em: http://www.abed.org.br/seminario2003/texto11.htm. Acesso em: 20 mar. 2021.

SÂO PAULO. Decreto Nº 64.982/2020. Institui o Programa Centro de Mídias da Educação de São Paulo e dá providências correlatas/CMSP. (2020). Disponível em: https://publicadoeducacao.wordpress.com/2020/05/18/decreto-no-64-982-2020-institui-o-programa-centro-de-midias-da-educacao-de-sao-paulo-cmsp/. Acesso em: 15 out. 2021.

SÃO PAULO. Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (SEDUC-SP). Centro de Mídias. Disponível em: https://www.educacao.sp.gov.br/destaque-home/aprenda-acessar-o-aplicativo-centro-de-midias-sp/. Acesso em: 05 out. 2021.

SCHÖNINGER, Raquel Regina Zmorzenski Valduga et al. Educomunicação e prática pedagógica educomunicativa: uma revisão sistemática. Cadernos de Pesquisa, São Luís. 2016, p.1-11.

SOUZA, Karina Regina de. Desenhos animados e educomunicação: as brincadeiras das crianças e a prática pedagógica da educação infantil. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

TODOS PELA EDUCAÇÃO, Sociedade Civil sem fins lucrativos. Ensino à distancia na educação básica frente à pandemia da Covid 19. Análise e visão do Todos Pela Educação sobre a adoção de estratégias de ensino remoto frente ao cenário de suspensão provisória das aulas presenciais. (2020). Disponível em: https://www.todospelaeducacao.org.br/_uploads/_posts/425.pd. Acesso em: 11 out. 2021.

UNESCO. Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Soluções de Ensino à Distância. (2020). Disponível em: https://en.unesco.org/themes/education-emergencies/ coronavirus-school-closures/solution0. Acesso em: 25 mar. 2021.

UNESCO. Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Ministério da Educação (MEC). Brasília, 2010, p.11.

UNIÃO NACIONAL DOS CONSELHOS MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO/UNCME. Educação em tempos de pandemia. Direitos, normatização e controle social. (2020). Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/media/9241/file.2020, p.24. Acesso em: 11 out. 2021.

VIEIRA, Letícia; RICCI, Maike C. C. A educação em tempos de pandemia: soluções emergentes pelo mundo. (2020). Disponível em: https://www.udesc.br/arquivos/udesc/id_cpmenu/7432/EDITORIAL_DE_ABRIL___Let_cia_Vieira_e_Maike_Ricci_final_15882101662453_7432.pdf. Acesso em: 18 out. 2021.

Downloads

Publicado

2021-07-10