O assédio neoliberal ao SUS
PDF

Palavras-chave

Direitos Sociais
SUS
Neoliberalismo
EC 95

Como Citar

PEREIRA, A. C. do C. O assédio neoliberal ao SUS: o que representa a EC 95?. Revista Aurora, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 131–138, 2019. DOI: 10.36311/1982-8004.2019.v12esp.13.p131. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/9773. Acesso em: 27 maio. 2024.

Resumo

Este ano, a ‘Constituição Cidadã’, como ficou amplamente conhecida, completou 30 anos. Promulgada em 5 de outubro de 1988 ela representou no Brasil o ponto nodal de uma conjuntura muito específica, no qual condensaram-se uma série de reivindicações populares – e também do setor privado – e expressou-se toda a correlação de forças de um Brasil recém ‘redemocratizado’. Nela foi contemplado o rol de direitos sociais, dentre eles, o da saúde, que, a partir de então, com a criação do Sistema Único de Saúde (SUS), passou a figurar como direito universal. Tais direitos, ao longo desses 30 anos, sofreram uma série de ataques – a despeito da sempre alerta defesa dos movimentos sociais – sobretudo nos últimos anos, os que sucederam ao golpe de 2016 que resultou no impedimento da presidenta Dilma Rousseff. Dessa forma, a atual conjuntura nos impõe o dever político e teórico de trazer ao debate o ataque do capital aos direitos sociais no Brasil. A Emenda Constitucional nº 95, promulgada pelo governo golpista, que institui um novo regime fiscal e impõe um limite de gastos aos governos por 20 anos é a expressão máxima desses ataques que rompem definitivamente com o pacto estabelecido em 1988.

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2019.v12esp.13.p131
PDF

Referências

ANDERSON, Perry. Balanço do neoliberalismo. In SADER, Emir & GENTILI, Pablo (orgs.) Pós neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995, p. 923.)

ANDRADE, Luiz Odorico Monteiro de. SUS Passo a passo: história, regulamentação, financiamento, políticas nacionais. São Paulo: Hucitec, 2007

BOITO Jr., Armando. Política Neoliberal e Sindicalismo no Brasil. São Paulo: Xamã, 1999.

DARDOT, Pierre e LAVAL Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

DRAIBE, Sônia M., As políticas sociais e o neoliberalismo: reflexões suscitadas pelas experiências latino- americanas. Revista USP, São Paulo, p. 86-101, 1993.Friedman à luz da realidade brasileira: Liberdade para escolher. Seminário realizado pela Turma Pedro II da ESG – 1973

GOMES, Luiz Marcos. Sociedade dos socialistas vivos: ensaios contra o neoliberalismo. São Paulo: Anita Garibaldi, 1995

PAIM, Jairnilson Silva. Reforma Sanitária Brasileira: contribuição para compreensão e crítica. 2007. 300 f. Dissertação (Doutorado em saúde pública). Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 Revista Aurora

Downloads

Não há dados estatísticos.