Países de industrialização recente e subdesenvolvimento
PDF

Palavras-chave

Celso Furtado
Ha-Joon Chang
Subdesenvolvimento
Países de industrialização recente.

Como Citar

CRUZ, S. R. M. da. Países de industrialização recente e subdesenvolvimento: um diálogo entre os pensamentos de Celso Furtado e Ha-Joon Chang. Revista Aurora, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 67–82, 2018. DOI: 10.36311/1982-8004.2017.v10n2.05.p67. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/7650. Acesso em: 25 maio. 2024.

Resumo

As discussões em torno dos caminhos para o desenvolvimento são, tradicionalmente, orientadas a partir do ponto de vista de países desenvolvidos e na maioria das vezes não atende às necessidades reais dos países de industrialização recente. É neste sentido que este artigo pretende discutir dois autores de enorme contribuição às teorias do desenvolvimento a partir da perspectiva de países de industrialização recente.
https://doi.org/10.36311/1982-8004.2017.v10n2.05.p67
PDF

Referências

BIELSCHOWISLY, Ricardo. Pensamento econômico brasileiro: o ciclo ideológico do desenvolvimentismo. Rio de Janeiro: Contraponto, 2000.

CELLI JUNIOR, Umberto. Comércio de Serviços na OMC: liberalização, condições e desafios. Curitiba: Juruá, 2009.

CHANG, Ha-Joon. 23 coisas que não nos contaram sobre o capitalismo. Trad. DUARTE, C. G. –São Paulo: Cultrix, 2013a.

CHANG, Ha-Joon. Chutando a escada: A estratégia do desenvolvimento em perspectiva histórica. Trad. ARAÚJO, L. A. O. – São Paulo: Editora Unesp, 2004.

FURTADO, Celso. Desenvolvimento e Subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1961.

FURTADO, Celso. Formação econômica da América Latina. 2.ed. Rio de Janeiro: Lia Editor, 1970.

FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. 5.ed. Brasília: Ed. UnB, 1963.

FURTADO, Celso. Teoria e política do desenvolvimento econômico. 10. ed. rev. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

LIST, Friedrich. The National System ofPoliticalEconomy. London: Longmans, Green andCompany, 1885.

MALLORQUIN, Carlos.Celso Furtado el hacedor del estructuralismo latinoamericano. In: CORSI, Francisco Luiz; CAMARGO, José Marangoni (org.). Celso Furtado: os desafios do desenvolvimento. São Paulo: Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2010.

MALLORQUIN, Carlos. La nacióninterrumpida: Celso Furtado. In: CORSI, Francisco Luiz; CAMARGO, José Marangoni (org.). Celso Furtado: os desafios do desenvolvimento. São Paulo: Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2010.

MENDONÇA, Marina Gusmão. A Formação intelectual de Celso Furtado. In: CORSI, Francisco Luiz; CAMARGO, José Marangoni (org.). Celso Furtado: os desafios do desenvolvimento. São Paulo: Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2010.

OLIVEIRA, Francisco de. A navegação venturosa: Ensaios sobre Celso Furtado. São Paulo: Boitempo, 2003. SAES, Flávio Azevedo Marques de. Subdesenvolvimento e desenvolvimento na obra de Celso Furtado. In: CORSI, Francisco Luiz; CAMARGO, José Marangoni (org.). Celso Furtado: os desafios do desenvolvimento. São Paulo: Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2010.

SUZIGAN, Wilson. Celso Furtado e o processo histórico de industrialização na América Latina. In: CORSI, Francisco Luiz; CAMARGO, José Marangoni (org.). Celso Furtado: os desafios do desenvolvimento. São Paulo: Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2010.

VIEIRA, Rosângela de Lima. A presença da história no pensamento de Celso Furtado. In: CORSI, Francisco Luiz; CAMARGO, José Marangoni (org.). Celso Furtado: os desafios do desenvolvimento. São Paulo: Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2010.

VÍDEO

CHANG, H. J. Economista sul-coreano, Ha-Joon Chang, avalia dos desafios do atual sistema capitalista. Entrevista exibida pela Globo News. Publicado em: 04 nov. 2013b. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=h50bS9vy_7s. Acesso em: 14 mar. 2017.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 Revista Aurora

Downloads

Não há dados estatísticos.