Bobbio leitor de Hobbes
PDF

Palavras-chave

Bobbio
Hobbes
Poder soberano
Direito natural

Como Citar

RIBEIRO, E. P. Bobbio leitor de Hobbes: poder soberano e direito natural. Revista Aurora, [S. l.], v. 10, n. 1, p. 55–74, 2017. DOI: 10.36311/1982-8004.2017.v10n1.05.p55. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/7422. Acesso em: 17 abr. 2024.

Resumo

A questão central do presente artigo consistiu em elucidar a relação entre o poder soberano e a manutenção do direito que, por natureza, os homens têm de defender e preservar as suas vidas. A relação entre poder soberano e direito natural, pode ser explicitada a partir das seguintes questões: o direito natural que o homem tem de preservar a sua vida e a integridade dos membros do seu corpo desaparece com a instituição do Estado? Por outro lado, o poder soberano instituído como poder absoluto é limitado pelo direito natural que os homens têm de autopreservação? Nosso objetivo visa verificar se o direito natural que o homem tem de preservar a sua vida e a integridade dos membros do seu corpo desaparece com a instituição do Estado. Intenta-se, ainda, saber se o poder soberano instituído como poder absoluto é limitado pelo direito natural que os homens têm à autopreservação. A hipótese de trabalho que elaboramos é a de que há uma tensão entre o poder soberano como poder absoluto e o direito natural que os homens possuem, no Estado civil, de autopreservação. O que se propõe é verificar, por que caminhos Norberto Bobbio, leitor de Hobbes, contribui para o esclarecimento do problema posto, recorrente e central na teoria e filosofia do direito.
https://doi.org/10.36311/1982-8004.2017.v10n1.05.p55
PDF

Referências

ADEODATO, João Maurício. O problema da legitimidade: no rastro do pensamento de Hannah Arendt. Rio de Janeiro: Forense, 1989.

BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo: Paulus, 2002.

BOBBIO, Norberto. Estado, governo, sociedade: para uma teoria geral da política. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

BOBBIO, Norberto.Thomas Hobbes. Rio de Janeiro: Campus, 1991.

BOBBIO, Norberto. O tempo da memória: de senectute e outros escritos autobiográficos. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

BOBBIO, Norberto. Locke e o direito natural. Brasília: UnB, 1997.

BOBBIO, Norberto. O positivismo jurídico: lições de filosofia do direito. São Paulo: Ícone, 2006.

BOBBIO, Norberto. Direito e poder. São Paulo: UNESP, 2008.

BOBBIO, Norberto & BOVERO, Michelangelo. Sociedade e Estado na filosofia política moderna. São Paulo: Brasiliense, 1996.

FERRAZ JÚNIOR, Tércio Sampaio. Estudos de filosofia do direito: reflexões sobre o poder, a liberdade, a justiça e o direito. São Paulo: Atlas, 2009.

FRATESCHI, Yara Adário. A física da política: Hobbes contra Aristóteles. Campinas, São Paulo: Editora da Unicamp, 2008.

FRATESCHI, Yara Adário. Filosofia da Natureza e Filosofia Moral em Hobbes. Cadernos de História da Filosofia, Campinas, Série 3, v. 15, n. 1, 7-32, jan-jun, 2005.

HOBBES, Thomas. Leviatã ou matéria, forma e poder de uma república eclesiástica e civil. São Paulo: Martins Fontes – selo Martins, 2014.

HOBBES, Thomas. Do cidadão. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

HOOD, F. C. The divine politics of Thomas Hobbes. Oxford: Oxford University Press, 1964. LAFER, Celso. Norberto Bobbio: trajetória e obra. São Paulo: Perspectiva, 2013.

HOOD, F. C. Hobbes, o direito e o estado moderno. São Paulo: Associação dos Advogados de São Paulo, 1980.

SCHMITT, Carl. El Leviathan: en la teoría del Estado de Tomas Hobbes. Granada: Editorial Comares, 2004.

STRAUSS, Leo. La filosofía política de Hobbes: su fundamento y su génesis. Buenos Aires: Fondo de Cultura Econômica, 2006.

TOSI, Giuseppe. 10 lições sobre Bobbio. Petrópolis. Rio de Janeiro: Vozes, 2016.

TAYLOR, Alfred E. The ethical doctrine of hobbes. Philosophy, XIII, 1938.

TUCK, Richard (Org.) Introdução. In: HOBBES, Thomas. Leviatã ou matéria, forma e poder de uma República Eclesiástica e Civil. São Paulo: Martins Fontes – selo Martins, 2014.

WARRENDER, Howard. The political philosophy of Hobbes: his theory of obligation. Oxford: Oxford University Press, 1957.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2017 Revista Aurora

Downloads

Não há dados estatísticos.