Política internacional e Desenvolvimento
PDF

Palavras-chave

Apresentação
Relações internacionais

Como Citar

REVISTA AURORA, C. E. e E. da. Política internacional e Desenvolvimento. Revista Aurora, [S. l.], v. 8, n. 01, p. 1–3, 2015. DOI: 10.36311/1982-8004.2014.v8n01.4702. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/4702. Acesso em: 23 maio. 2024.

Resumo

Deste modo, a Seção Dossiê estrutura-se a partir dos seguintes trabalhos: a) Entrevista realizada com Everton Vieira Vargas, Embaixador do Brasil na Argentina; b) Promessas da cooperação Sul-Sul: reflexões em torno do relatório “Pontes sobre o Atlântico”, de André Luiz Zanão Tosta; c) O papel das coalizões de defesa nos rumos da política comercial externa brasileira: das negociações da Alca ao acordo de associação Mercosul-União Europeia, de Ricardo Dias da Silva. Na Seção Miscelânea, os artigos publicados contemplam variados temas e reflexões de diversos fenômenos sociais das Ciências Humanas. Desta forma, essa seção estrutura-se a partir dos seguintes trabalhos: a) Dos princípios da precaução e do poluidor pagador como instrumentos de efetividade jurídica no combate à poluição do meio ambiente marinho, de Rúbia Martins; b) Americanismo e fordismo: a revolução passiva nos Estados Unidos, de Felipe Alexandre Silva de Souza; c) O estado brasileiro e a terceirização, de Yuri Rodrigues da Cunha; d) Qualificação da mão de obra e política pública no Brasil: progresso e retrocesso conceituais, de Solange de Cassia Inforzato de Souza; e) Linguagem e limite em Wittgenstein: uma episteme condicional e de possibilidades como abertura, de Wellington Amâncio da Silva. A Seção Resenha traz os comentários de Lamia Saadi Tosi ao livro de Marc Augé Não lugares: introdução a uma Antropologia da supermodernidade. Na Seção Especial, apresentamos três artigos com a temática sobre educação. São eles: a) Formação e ensino na Polícia Militar: concepções e subordinações políticas; filiações e adesões pedagógicas, de Antonio Alberto Brunetta; b) Notas sobre os assentamentos rurais na reforma agrária e seu papel na qualificação, formação e educação dos assentados, de Marcos Cassin & Mírian Helena Goldschmidt; c) Do debate entre Florestan e Guerreiros Ramos à análise dos compêndios de sociologia da década de 1930: alguns apontamentos e possíveis recontextualizações, de Marcelo Augusto Totti & Eder Fernando dos Santos.

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2014.v8n01.4702
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2015 Revista Aurora

Downloads

Não há dados estatísticos.