O TRABALHO NA SOCIEDADE INDUSTRIAL: UM BREVE ENTENDIMENTO DA RACIONALIZAÇÃO DO MODO DE PRODUÇÃO CAPITALISTA

Autores

  • Guilherme Sávio MARCHI

DOI:

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2013.v7n0.3417

Palavras-chave:

Revolução Industrial, Trabalho, Indústria, Estados Unidos da América

Resumo

A Revolução Industrial é o momento pelo qual a indústria começa a se postar no mundo do trabalho, tendo a criação e inserção da máquina no processo produtivo como o maior elemento de transformação das relações de produção. Este trabalho tem como objetivo abordar um pouco do complexo que é a sociedade industrial, centrando-nos naquilo que tange ao modo de produção que a caracteriza. Neste estudo foram utilizadas obras de diversos autores que trataram do trabalho industrial e das relações que decorrem deste. Além das mudanças ocorridas nas ferramentas de trabalho, também é a partir da prevalência da classe burguesa que são instituídas mais intrincadas racionalizações do trabalho, o que acaba por alterar necessariamente as relações sociais. Dentro deste processo, os Estados Unidos da América tem papel de destaque, principalmente no século XX. A partir disto, pode-se verificar os impactos das transformações trazidas pelo trabalho industrial, tanto no processo produtivo quanto no trabalhador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-17

Como Citar

MARCHI, G. S. O TRABALHO NA SOCIEDADE INDUSTRIAL: UM BREVE ENTENDIMENTO DA RACIONALIZAÇÃO DO MODO DE PRODUÇÃO CAPITALISTA. Revista Aurora, [S. l.], v. 7, 2013. DOI: 10.36311/1982-8004.2013.v7n0.3417. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/3417. Acesso em: 20 fev. 2024.

Edição

Seção

Miscelânea