A crise financeira internacional e o poder americano

influências sobre o alcance da reforma do FMI

Autores

  • Marilia Romão Capinzaiki Universidade Federal de Santa Catarina image/svg+xml

DOI:

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2012.v6n1.2697

Palavras-chave:

FMI, Dólar, Hegemonia norte-americana, Crise financeira.

Resumo

O presente artigo representa um esforço no sentido de compreender o significado mais profundo da reforma do Fundo Monetário Internacional anunciada em 2010. Tendo em vista a eclosão da crise financeira em 2008, com epicentro nos Estados Unidos, busca-se conectar analiticamente os seguintes elementos: Dólar como padrão monetário, crise financeira e reforma. Considerando a relevância do FMI e seu papel no atual cenário de deterioração da economia mundial, é significativo que haja, de sua parte, um reconhecimento explícito do maior peso econômico dos países emergentes. Ao contextualizar tais mudanças, é inevitável abordar a hegemonia norte-americana, uma vez que as características do atual sistema financeiro internacional se devem, em grande parte, à construção ativa da ordem internacional por parte daquele país. Entender o alcance da reforma, então, passa obrigatoriamente por entender tais dinâmicas. Além disso, é preciso ainda considerar o impacto de tal reforma para a composição da arquitetura financeira internacional.

Biografia do Autor

  • Marilia Romão Capinzaiki, Universidade Federal de Santa Catarina

    Este trabalho foi apresentado em comunicação oral no II Simpósio de Pós Graduação em Relações Internacionais (SIMPORI), organizado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro, em novembro de 2012, publicado nos anais do referido evento.

     

     Graduada em Relações Internacionais pela Unesp-Marília, mestranda em Relações Internacionais pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, na área de concentração de Economia Política Internacional.

Referências

COELHO, Jaime César. Reformando as instituições financeiras multilaterais (passado e presente): Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional. In: IPEA, As transformações no sistema financeiro internacional, vol. 2, 2012. No prelo.

COELHO, Jaime César. Trajetórias e Interesses: os EUA e as finanças globalizadas num contexto de crise e transição. In: Revista de Economia Política, vol. 31, n. 05, p 771-779, Edição Especial/2011.

HARVEY, David. O enigma do capital: e as crises do capitalismo, São Paulo, Editora Boitempo, 2011.

IMF – INTERNATIONAL MONETARY FUND. Executive Board Approves Major Overhaul of Quotas and Governance. Press Release No. 10/418. Novembro 5, 2010

IMF – INTERNATIONAL MONETARY FUND. Important Milestone Reached to Reinforce IMF Legitimacy. IMF Survey Magazine: In the News. March 2011. Disponível em <http://www.imf.org/external/pubs/ft/survey/so/2011/new030411a.htm >. Acesso em 25 de Julho de 2012

IMF – INTERNATIONAL MONETARY FUND. Initial Lessons of the crisis. Disponível em <http://www.imf.org/external/np/pp/eng/2009/020609.pdf >. Acesso em 25 de Julho de 2012

IMF – INTERNATIONAL MONETARY FUND. The IMF’s Quota and Voice Reforms Takes Effect. Press Release No. 11/64 March 3, 2011. Disponível em <http://www.imf.org/external/np/sec/pr/2011/pr1164.htm> . Acesso em 25 de Julho de 2012.

SERRANO, Franklin. A economia Americana, o padrão 'dólar-flexível' e a expansão mundial nos anos 2000. In: J.L Fiori, F. Serrano e C. Medeiros, O Mito do Colapso do Poder Americano. Editora Record, Rio de Janeiro, 2008

TAVARES, Maria da Conceição. A retomada da hegemonia norte-americana. In: TAVARES, Maria da Conceição e FIORI, José Luís (org.) Poder e dinheiro. Petrópolis, Editora Vozes, 1997

TAVARES, Maria da Conceição; MELIN, Luiz Eduardo. Pós escrito 1997: a reafirmação da hegemonia norte-americana. In: TAVARES, Maria da Conceição e FIORI, José Luís (org.) Poder e dinheiro. Petrópolis, Editora Vozes, 1997

Downloads

Publicado

2021-12-20

Edição

Seção

Dossiê

Como Citar

A crise financeira internacional e o poder americano: influências sobre o alcance da reforma do FMI. Revista Aurora, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 57–70, 2021. DOI: 10.36311/1982-8004.2012.v6n1.2697. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/2697.. Acesso em: 16 jun. 2024.