(Re) leitura de inquéritos policiais
Revista Aurora - Número 9
PDF

Palavras-chave

Inquéritos Policiais
Gênero
Cidades Paulistas
Memória

Como Citar

DA SILVA, C. R. (Re) leitura de inquéritos policiais: a memória das múltiplas identidades femininas - as cidades paulistas, sociedade e cultura décadas 1920-40. Revista Aurora, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 30–44, 2011. DOI: 10.36311/1982-8004.2011.v5n1.1705. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/1705. Acesso em: 16 abr. 2024.

Resumo

O artigo objetiva identificar e analisar as múltiplas identidades femininas e  as relações de gênero no cotidiano das cidades paulistas que compreenderam a circunscrição da Comarca de Bauru no período de 1910-1940, observando a dinâmica  dos movimentos dos indivíduos inseridos em uma sociedade em formação, diante dos avanços e recursos implementados pelo complexo processo de mudança,  modernização/ modernidade no sec. XX. Atento ao cotidiano, as prática sociais e  principalmente as relações de gênero que permitem observar singularidades de uma inserção feminina no espaço público, este, contribui para resgatar uma visão  historiográfica da sociedade, com temporalidades heterogêneas, a partir da leitura de  Inquéritos Policias do período.

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2011.v5n1.1705
PDF

Referências

CHALOUB, Sidney. Trabalho, Lar e Botequim. O cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro da Belle Époque. Ed. Brasiliense, 1986

DIAS, M. Teoria e método dos estudos feministas: perspectiva histórica e hermenêutica do cotidiano. In COSTA, A; BRUSCHINI, C. (Org.). Uma questão de gênero. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 1992. p.39-53

FOUCAULT, M. A ordem do discurso. Tradução Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Loyola, 1996.

FOUCAULT, M. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

GOMES, Angela Maria de Castro. Notas sobre uma experiência de trabalhos com fontes. Arquivos privados e jornais. Fundação Getúlio Vargas, Instituto de Direito Público e Ciência política / Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil – CPDOC. Trabalho apresetnado no X Simpósio da ANPUH, Niterói RJ, julho 1979

GRINBERG, Keila. Processos Criminais - A história nos porões dos arquivos judiciários. IN: O Historiador e suas fontes. Carla Bassanezi Pinsky e Tania Regina de Lucas (orgs.) – São Paulo: Contexto 2009

NORONHA, E. Magalhães, 11906-1982. Curso de direito processual penal/ E. Magalhães Noronha, - 20. Ed. / atualizada por Adalberto José Q. T. de Camargo Aranha. – São Paulo: Saraiva, 1990.

PEDRO, Joana Maria. Mulheres honestas e mulheres faladas. Florianópolis, Editora da USFC, 1994

PERROT, M. Mulheres Públicas. São Paulo: Editora da UNESP, 1998.

POSSAS, L. M. V. Mulheres, Trens e Trilhos: modernidade no sertão paulista. Bauru: EDUSC, 1997.

POSSAS, L. M. V. Revendo a história das cidades paulistas: a inserção feminina e a (re)leitura do cotidiano. In: Esboços Revista do Programa de Pós- Graduação em História da UFSC. Florianópolis: no 17, p. 57-73 2007.

POSSAS, L. M. V. As fronteiras do Oeste Paulista: ocupando sertões, fundando cidades e (re)fazendo a história do lugar. In: Maria Alice Setubal. (Org.). Terras Paulistas: trajetórias contemporâneas. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2008, v. 1, p. 10-186.

POSSAS, L. M. V. Gênero, mulher e mulheres: aprimorando ferramentas e retomando narrativas em outro tempo.In: Antonio Celso Ferreira, Holien Gonçalves Bezerra e Tania Regina de Luca. (Org.). O historiador e seu tempo. São Paulo: Editora da UNESP, 2008, v. 1, p. 7-235

PRIORI, M. D. (org) História das Mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 1997.

RAGO, Margareth. Os prazeres da noite: prostituição e códigos da sexualidade feminina em São Paulo, 1890-1930, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

SALLES JÚNIOR, Romeu de Almeida. Inquérito Policial e Ação Penal: indagações, doutrina, jurisprudência, prática / Romeu de Almeida Salles Júnior. – 4. Ed ver., ampl. e atual. pela Lei n. 7.209, de 11-7-1984. – São Paulo: Saraiva, 1986.

SCOTT, J. W. G. Gênero uma categoria útil de análise histórica. In: Mulher e realidade. Porto Alegre. v.16. no 2, julho/dez, 1990.

SEVCENKO, N. (org.) História da vida privada no Brasil República: da Belle Èpoque à Era do Rádio. São Paulo: Cia. das letras, 1998.

SILVA, H. R. A história como “ a representação do passado”: a nova abordagem da historiografia francesa. IN: CARDOSO, C. F. e MALERBA, J. (org.) Representações: contribuição a um debate transdisciplinar p. 81 a 97. Campinas: Papirus 2000.

SOIHET, Raquel. Mulheres Ousadas e Apaixonadas – uma investigação e processos criminais cariocas (1890-1930). IN: Revista Brasileira de História n.18. A mulher e o espaço público. ANPUH MCT, CNPq 1989. P. 199-216.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2011 Revista Aurora

Downloads

Não há dados estatísticos.