A DEMOCRACIA NA VENEZUELA DA ERA CHAVISTA

Autores

  • JOÃO CARLOS AMOROSO BOTELHO

DOI:

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2008.v1n2.1174

Palavras-chave:

democracia, Venezuela, Chávez

Resumo

Com a ascensão de Hugo Chávez ao poder na Venezuela em 1999, muitas críticas têm sido feitas, tanto interna como externamente, ao grau de democracia no país. Inclusive, há analistas que consideram que a Venezuela passou a ser semidemocrática, mas não utilizam indicadores para fundamentar isso. O artigo se propõe a avaliar a situação da democracia na Venezuela da era chavista com base em critérios estabelecidos por Dahl (2005) e em parâmetros utilizados por O’Donnell (1997; 2000). Trata-se, portanto, de uma avaliação mais objetiva, a partir de critérios dos dois autores e variáveis. A conclusão é que, apesar dos problemas, não há elementos suficientes para afirmar que o regime venezuelano deixou de ser democrático. Então, os que defendem o contrário têm, em geral, uma posição cujo respaldo é de natureza mais ideológica do que empírica

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Edição

Seção

Dossiê