A etiologia da materialidade na teoria discursiva de Michel Foucault
PDF

Palavras-chave

Análise do discurso
História
Michel Foucault
Materialidade discursiva

Como Citar

FREIXO, E. C. A etiologia da materialidade na teoria discursiva de Michel Foucault. Revista Aurora, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 9–26, 2021. DOI: 10.36311/1982-8004.2020.v13n2.p9-26. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/10426. Acesso em: 28 maio. 2024.

Resumo

O campo da análise do discurso, em especial o segmento que se desenvolveu na França a partir dos trabalhos fundacionais de Foucault e Pêcheux, tem se havido, desde os resultados alcançados por esses dois autores, com a importante questão das implicações da materialidade no discurso. Neste trabalho, recuperamos certas posições no domínio da ciência e da filosofia a partir das quais se desdobraram alguns giros teóricos responsáveis por importantes modificações a esse respeito. Nossa análise indica que o conceito de matéria veio se oferecer, a partir do século XVIII, como novo centro de referência num contexto em que se fazia necessário empreender uma longa e dura batalha contra o primado da consciência, recusando-se, desde então, a substância pensante enquanto ponto de partida da análise científica. O que nos parece digno de nota, todavia, é que traços importantes da razão metafísica tenham sido de algum modo conservados – em graus e em formas distintas – nos casos que aqui consideramos.

Submetido em: 25/06/2020
Aceito em: 19/07/2020

https://doi.org/10.36311/1982-8004.2020.v13n2.p9-26
PDF

Referências

BAKHTIN, M. Problemas da Poética de Dostoiévski. 5a ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2013.

BAKHTIN, M.; VOLÓCHINOV, V. Marxismo e Filosofia da Linguagem. 12a ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

DURKHEIM, É. As Regras do Método Sociológico. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso. 5a Ed. ed. São Paulo: Edições Loyola, 1999.

FOUCAULT, M. A arqueologia o saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000.

MARX, K.; ENGELS, F. A sagrada família ou a crítica da Crítica crítica contra Bruno Bauer e consortes. São Paulo: Boitempo Editorial, 2003.

MARX, K.; ENGELS, F. A Ideologia Alemã. São Paulo: Boitempo Editorial, 2007.

SAUSSURE, F. DE. Curso de Linguística Geral. 28a ed. São Paulo: Editora Pensamento-Cultrix Ltda, 2012.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Revista Aurora

Downloads

Não há dados estatísticos.