O caráter dialógico e social do signo e do pensamento em Peirce

Autores

  • Lauro Frederico Barbosa da Silveira Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31731988000100004

Palavras-chave:

Semiótica, dialogismo, caráter social do signo, otimismo crítico

Resumo

O caráter semiótico de todo pensamento exige que tal fenômeno seja intrinsecamente dialógico, pois uma mediação interfere na própria produção do pensamento. Todo pensamento é igualmente social, pois o signo é produto da tradição e determina um programa de conduta para o futuro que tem por sujeito último a totalidade das mentes no fim da história.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1988-12-01

Como Citar

Silveira, L. F. B. da. (1988). O caráter dialógico e social do signo e do pensamento em Peirce. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 11, 23–29. https://doi.org/10.1590/S0101-31731988000100004

Edição

Seção

Artigos e Comentários

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>