A modalidade de Educação à Distância (ead)

como estratégia no ensino para alunos com mobilidade reduzida

Autores

  • Marjonhy da Silva Frazão Universidade Estadual do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.36311/2358-8845.2020.v7n2.p117

Palavras-chave:

Mobilidade, Inclusiva, Educação a Distância

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar a modalidade de Educação à Distância (EAD) como estratégia no ensino para alunos com mobilidade reduzida. Trata-se de uma pesquisa de revisão bibliográfica, exploratória e de caráter qualitativo. A pesquisa foi fundamentada em referências de livros, artigos, monografias, dissertações e teses consultadas em sites da web. As pessoas com deficiência geralmente não frequentam locais públicos por falta de acessibilidade, em contrapartida alunos matriculados em escolas bem projetadas têm, em média, rendimento significantemente melhor que seus colegas matriculados em escolas com arquitetura mal projetadas. Entende-se que a tecnologia é uma importante aliada de professores para garantir a autonomia dos alunos, seja, para amenizar barreiras ou para personalizar o aprendizado, a EAD mostra-se uma importante ferramenta com potencial para o ensino-aprendizagem, bem como, torna-se um recurso motivador e inovador ao professor com aluno com necessidades educativas especiais (NEE). Assim, o desafio da escola e do professor é de desenvolver práticas pedagógicas que possibilitem a melhora do processo inclusivo dos alunos com mobilidade reduzida, que ainda é um tema que carece de mais pesquisas científicas e a ampliação da literatura na área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marjonhy da Silva Frazão, Universidade Estadual do Maranhão

Pós-Graduando em Educação Especial/Inclusiva. Universidade Estadual do Maranhão - UEMA, São Luís, MA - Brasil

Downloads

Publicado

2020-12-21

Edição

Seção

Artigos