Ciberespaço, Trabalho Imaterial e Propriedade Intelectual
PDF

Palavras-chave

Internet
Direito Autoral
Trabalho Imaterial.

Como Citar

Ciberespaço, Trabalho Imaterial e Propriedade Intelectual: as transformações no capitalismo e as novas formas de distribuição do conhecimento. Revista Aurora, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 21–38, 2007. DOI: 10.36311/1982-8004.2007.v1n1.1165. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/1165.. Acesso em: 23 jun. 2024.

Resumo

A Internet propiciou a formação de uma rede descentralizada de informações jamais vista.Baseando-se na digitalização da informação, a arquitetura da rede permitiu uma ampla distribuição de informações de maneira fácil e relativamente barata, favorecendo uma ampla distribuição cultural de novo tipo, baseada na facilidade de apropriação, de cópia, de compartilhamento e de produção de réplicas idênticas ao original. Porém, essa prática tão comum da cibercultura freqüentemente desconsidera as leis de proteção dos direitos autorais, pois favorece uma livre circulação de informações em detrimento à proteção dos interesses autorais e mercadológicos de distribuição. Visto isso, objetivamos neste trabalho investigar as formas de distribuição de informação no novo arcabouço tecno-informacional e as suas relações com as estruturas jurídicas das leis proteção autoral e de novas formas de acumulação: o Trabalho Imaterial.
PDF

Referências

ADORNO, Theodor & HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento. Rio de Janeiro: Zahar, 1985

ASCENSÃO, José de Oliveira. (1980) Direito Autoral. Rio de Janeiro, Ed. Forense.

ASCENSÃO, José de Oliveira. (2001). Direito da Internet e da Sociedade da Informação. Rio de Janeiro, Ed.Forense.

BEY, Hakim (2001). TAZ: Zona Autônoma Temporária . São Paulo: Conrad.

BLISSETT, Luther (2001). Guerrilha Psíquica. São Paulo: Conrad.

BENJAMIN, Walter (1987). Obras escolhidas, vol. 1: magia e técnica, arte e política. 3a ed.São Paulo: Brasiliense.

CAE, Critical Art Ensemble. (2001). Distúrbio Eletrônico. São Paulo: Conrad.

CAE, Critical Art Ensemble. (1996). The Electronic Civil Disobedience. Nova York: Autonomedia. Disponível em http://www.critical-art.net/books/ecd/index.html. Acesso em 22/06/2004

CASTELLS, Manuel (2003). A Sociedade em Rede. São Paulo: Paz e Terra.

CASTRO, Gisela G. S. (2001). O caso Napster: direitos de propriedade intelectual em questão. Trabalho apresentado no XXIV Congresso Brasileiro da Comunicação – INTERCOM. Campo Grande-MS.

CERTEAU, Michel De (1994). A invenção do cotidiano – Artes de fazer. Petrópolis:, Ed. Vozes.

HARDT, Michael & NEGRI, Antônio (2001). Imperio. Rio de Janeiro: Record.

LAZZARATO, Maurício., NEGRI, A (2001). Trabalho imaterial. Rio de Janeiro: DP&A.

LESSIG, Lawrence (1999). Code and Other Laws of Cyberspace. New York: Basic Books.

LESSIG, Lawrence (2004). Free Culture. New York: Penguin press.

LÉVY, Pierre (2000). Cibercultura. São Paulo: 34.

GANDELMAN, Henrique (1997). De Gutenberg à Internet: direitos autorais na era digital. Rio de Janeiro: Record.

GORZ, André (2005). O Imaterial: Conhecimento, Valor e Capital. São Paulo: Annablume.

ORTELLADO, Pablo (2002). Por que somos contra a propriedade intelectual?. São Paulo: CMI. disponível em www.midiaindependente.org, acesso em 25/04/2004.

RIFKIN, Jeremy (2001). A era do acesso. São Paulo: Makron Books.

SILVEIRA, Newton (1998). A propriedade intelectual e as novas leis autorais: propriedade industrial, direito de autor, software, cultivares.. São Paulo: Saraiva.

SIMON, Imre (2002). A Propriedade Intelectual na Era da Internet. USP: São Paulo. disponível em http://www.ime.usp.br/~is/, acesso em 23/01/06

STALLMAN, Richard. The GNU Project. s/d. Disponível na Internet: http://www.gnu.org/gnu/thegnuproject.html

WU MING 1 (2002). Copyright e maremoto. São Paulo: Conrad.

WU MING 1 (2003). O Copyleft Ensinado para as Crianças. eBooks Brasil, disponível em www.ebooksbrasil.com.br acesso em 23/10/2004

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2011 Revista Aurora

##plugins.themes.healthSciences.displayStats.downloads##

##plugins.themes.healthSciences.displayStats.noStats##