As redes sociais a serviço do imperialismo do capital e dos Estados Unidos

Autores

  • Mauro Donato

DOI:

https://doi.org/10.36311/2675-3871.2021.v2n6.p255-264

Palavras-chave:

redes sociais, fake news, deep web, facebook papers, bendiksen, Orwell, Francis Haugen

Resumo

O capitalismo demanda um sistema mundial, pois precisa de larga escala para funcionar, e as redes sociais são importante instrumento para sua expansão. A questão poderia ser vista como meramente comercial não fosse o fato de todas as empresas dominadoras desse segmento serem americanas e os EUA serem o representante-mor do capitalismo e eterno candidato a império mundial. Nesse ponto as coisas se embaralham. Essas plataformas foram criadas para a interação social, contudo propiciam também o compartilhamento de informação. Mais ainda: possibilitam a criação e publicação de conteúdos por qualquer pessoa. Publicar conteúdo não implica afirmar que se publique verdades. “Quem detém informação detém poder”, é ditado antigo. No mundo moderno, o poder se encontra na desinformação. E a desinformação tem corroído democracias. Fake news são o recurso mais eficaz para polarizar uma sociedade de modo a perturbá-la em variados níveis, em diversas esferas, predispondo-a a conflitos. A ascensão da extrema direita mundo afora, por exemplo, é fruto do adensamento desses grupos nas redes sociais. E “as direitas”, extrema ou moderada, são francamente capitalistas, defensoras da concentração de renda, da exploração da força de trabalho e do extrativismo irresponsável de recursos naturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Mauro Donato

Escritor e jornalista. Autor de “Além do Pó” pela Editora Chiado (2016) sobre a resistência partigiana na Segunda Guerra Mundial, tem atuação em sites progressistas com matérias, artigos e entrevistas para as editorias de educação, política, movimentos sociais, cultura, comportamento, sustentabilidade. Foi âncora de programa diário (Live das 17) no canal do site DCM entrevistando senadores, deputados, vereadores, analistas políticos, artistas, líderes comunitários.

Downloads

Publicado

2021-12-21