Estado, mídia e Capital

a construção imagética do negro na sociedade de classes

Autores

  • Dayvison Wilson Bento da Silva Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF

Palavras-chave:

Racismo Institucional, Aparelhos Ideológicos, Tropes

Resumo

O presente trabalho objetiva constituir uma abordagem institucional sobre o racismo ao analisar a relação entre repressão estatal direta e discurso ideológico de legitimação, baseando-se nos conceitos de ''Aparelhos Ideológicos de Estado'' e ''Aparelho Repressivo de Estado'', de Althusser. Para tanto, o termo “tropes” foi utilizado em um esforço de expor que, no capitalismo, violência estatal e exploração da população negra (ex.: encarceramento em massa e genocídio) buscam legitimar-se através da construção de narrativas fixas e pejorativas sobre os negros. Estas, por sua vez, circulam pelos meios de comunicação em massa e influenciam o imaginário social ao ocultar ou legitimar tal violência. Na primeira parte será abordada a relação entre racismo institucional e aparelhos ideológicos de Estado; na segunda, a conceituação de tropes e sua função ideológica; por fim, na terceira, uma análise sobre a aplicação dos tropes como aparelho ideológico ao longo dos séculos XX e XXI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dayvison Wilson Bento da Silva, Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF

Formado em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e graduando em Ciências Sociais pela mesma Universidade. | dayvisonwilson99@gmail.com

Downloads

Publicado

2021-03-27