As AS INTERAÇÕES LINGUÍSTICAS ENTRE SURDOS E OS OUTROS EM UMA ESCOLA DO MUNICÍPIO DE SANTARÉM/PA

  • Eleny Cavalcanti
Palavras-chave: interação linguística, LIBRAS, inclusão.

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo analisar as práticas de interações linguísticas entre surdos e ouvintes no ensino regular em uma escola do município de Santarém-PA, região Oeste do Pará. Baseou-se na teoria histórico-cultural, que compreende o indivíduo como um ser produzido historicamente, em sua relação com a cultura. Para a coleta de dados foram aplicadas entrevistas com roteiro semiestruturado com 8 professores do ensino regular e 1 professora do Atendimento Educacional Especializado - AEE. Os dados foram analisados através das seguintes categorias: 1) Formação dos professores para trabalhar com alunos surdos; 2) Concepção de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS); 3) Práticas de interação linguística com os alunos surdos 4) Concepção do papel/parceria entre professores da sala de recursos e dos professores do ensino regular na educação de surdos e 5) Avaliação da inclusão do surdo no ensino regular. Com a análise dos dados percebeu-se que grande parte dos professores não possuem formação específica para trabalhar com o aluno surdo, com exceção do professor do AEE; os professores tem clareza da importância da Libras como instrumento importante de interação e aprendizagem do surdo, apesar de não a compreender bem enquanto língua natural; cerca de 7 entre os 9 docentes entrevistados tem dificuldades em relação as interações com seus alunos surdos através da LIBRAS; avaliam a inclusão como positiva, apesar das dificuldades. Conclui-se que a inclusão do surdo, na escola analisada, precisa superar o nível da socialização e avançar para o desenvolvimento da aprendizagem significativa dos sujeitos surdos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-07-29
Seção
Artigos