A relação entre currículo e o ideário republicano no final do Século XIX: o caso dos grupos escolares paulistas

  • Cintia Lima RAPHAEL Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília
Palavras-chave: Educação. Currículo, Grupos Escolares, Ideário Republicano, Instrução Primária

Resumo

O presente artigo se volta para a questão do currículo elaborado e endereçado às escolas públicas primárias do estado de São Paulo, no final do Século XIX, no início da República brasileira, na figura dos grupos escolares, e sua composição baseada nos ideais iluministas republicanos, signo da modernidade e do progresso, buscando uma ruptura com a tradição das escolas régias, precárias e baseadas no ensino do ler, escrever e contar, e na figura do mestre-escola. Assim, é a partir desta temática que elaboramos as reflexões do presente artigo. Partindo daí, elementos como currículo, grupos escolares, ideário republicano e instrução primária foram palavras-chave levadas em consideração na busca pelo material a ser lido. Foram realizadas buscas nas seguintes bases de dados: Banco de Teses da Capes; Scielo e Google Acadêmico. Foram consultados livros, teses e dissertações, artigos em periódicos e trabalhos publicados em anais de eventos científicos da área da Educação. Com base nas leituras realizadas, foi possível fazer uma breve análise da relação existente entre a construção e o estabelecimento de um currículo, seus componentes culturais e sua potencialidade no tocante à ruptura com determinadas tradições e a configuração ou (tentativa de configuração) de um novo cenário, tido como moderno e inovador em oposição àquilo que se buscava obliterar. Dessa forma, espera-se contribuir com o acréscimo de elementos às discussões sobre a temática curricular dentro da historiografia da educação brasileira e, nomeadamente, paulista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cintia Lima RAPHAEL, Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília

Mestranda em Educação – Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE – Faculdade de Filosofia e Ciências – FFC – UNESP/Câmpus de Marília-SP, Brasil

Publicado
2019-07-26
Seção
Artigos de Pesquisa