Apontamentos sobre o Equador do petróleo

Autores

  • Elaine Cristina Santos Universidade de Coimbra

DOI:

https://doi.org/10.36311/2675-3871.2021.v2n5.p204-222

Palavras-chave:

Energia, Equador, Desenvolvimento, Progressismo, Petróleo

Resumo

A economia das sociedades mundiais do século XX reconheceram no petróleo a sua principal fonte de energia. Contudo, a partir do século XXI, muitas alterações ocorreram face às possibilidades de esgotamento, das oscilações de preços do óleo negro, além das mudanças climáticas e dos impactos sociais destes processos. Apesar disso, o petróleo continua relevante na economia capitalista. Em que pese as contradições quanto ao decréscimo das divisas oriundas da exploração petrolífera na América Latina, os governos denominados à esquerda nas últimas décadas adotaram essa matriz energética como a principal fonte de financiamento do seu desenvolvimento social. Fundaram suas políticas de redução das desigualdades, na renda oriunda do extrativismo dos recursos naturais. O caso a ser analisado é o do Equador, que experienciou um período de bonança petroleira (2006-2013), porém o país não conseguiu dar o salto esperado e romper com as estruturas que o prendem ao subdesenvolvimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elaine Cristina Santos, Universidade de Coimbra

Socióloga, Licenciada em geografia, possuí mestrado em Energia, Sociedade e Meio Ambiente pela Universidade federal do ABC (UFABC). Doutora em Sociologia pelo Programa Direito, Justiça e Cidadania no Século XXI do Centro de Estudos Sociais - Universidade de Coimbra, Portugal. Integra o Grupo de Estudios en Geopolítica y Bienes Naturales – IEALC/CLACSO, que tem como seu tema a exploração de Lítio na América Latina. | elainesantosabc@gmail.com

Downloads

Publicado

2021-08-28