A convergência dos modelos pedagógicos de Tomás de Aquino e Paulo Freire

  • Eloi Maia de Oliveira Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília
Palavras-chave: Thomás de Aquino, Questões disputadas, Paulo Freire, Diálogo

Resumo

O objetivo desse artigo é expor brevemente possíveis convergências entre o modelo pedagógico de Tomás de Aquino e o de Paulo Freire. Mesmo com séculos que separam esses dois pensadores, podemos observar através de seus objetivos filosóficos, em relação ao ensino aprendizagem, aproximações de suas didáticas e fins da educação. Tomás, com o advento das universidades no século XIII, apresenta o modelo das chamadas questões disputadas que valoriza o conhecimento externo e o real diálogo com as diversas áreas do conhecimento em busca da realidade verdadeira; E em Paulo Freire notamos a valorização do diálogo entre o educador e o educando para o aprendizado significativo e libertador. Ambos os pensadores, frutos do seu tempo e do seu contexto histórico, abordam semelhantes metodologias e preocupações com a educação, sendo ela, a possibilidade de empoderamento para mudar a realidade do mundo.

Recebido: 10/03/2019

Aceito: 03/08/2019

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eloi Maia de Oliveira, Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília

Mestre em Filosofia – PPGFIL (UNESP/Marília). Doutorando em Educação – PPGE (UNESP/Marília). Professor da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo na disciplina de Filosofia no Programa de Ensino Integral (PEI) da E.E. Edson Vianei Alves. Vice-presidente do Conselho Municipal de Educação de Marília/ SP

Publicado
2019-12-20
Seção
Artigos de Pesquisa