A afetividade e ludicidade nos estudos étnico-raciais nas escolas municipais de Beberibe-CE: uma desconstrução do preconceito racial

  • Rayssa da Silva Moura
  • Flávio Melo de Souza
  • Alexandre dos Santos Rocha
Palavras-chave: Escola, Afetividade, Ludicidade, Aprendizagem, Identidades

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir o preconceito étnico-racial por meio da afetividade e ludicidade no contexto educativo do teatro. Ao participarem da encenação das peças teatrais, os alunos ficam motivados a aprender, o que lhes permitem construir seus próprios conhecimentos, e, ao mesmo tempo, se identificarem com a história e cultura da população negra. As escolas municipais incentivadas pelo Projeto Beberibe Multicor desenvolvem o teatro como uma ferramenta educativa, que tem contribuído com a autoafirmação das identidades dos sujeitos e melhoria da autoestima, e, por conseguinte, da aprendizagem. Acredita-se que seja possível desconstruir por meio da afetividade e ludicidade as práticas racistas e preconceituosas nas escolas. Por fim, é necessário que tomemos consciência dessa triste realidade que ainda vivenciam os negros e afro-brasileiros nessa sociedade que exclui pela diferença.

Submissão: 2018-11-25

Aceito : 2019-01-06

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rayssa da Silva Moura

Discente do Curso de Pedagogia do Instituto Educacional Cearense (IEC) e do curso de Licenciatura em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Auxiliar pedagógica da Creche Municipal Maria Zéa de Queiroz Ferreira.

Flávio Melo de Souza

Discente dos Cursos de Pedagogia do Instituto Educacional Cearense (IEC) e do curso de Licenciatura em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Alexandre dos Santos Rocha

Historiador (UVA), Pedagogo (FAK), Cientista Humano (UNILAB), especialista em Museologia e Psicopedagogia (FVJ), mestrando em Educação e Ensino (UECE/FAFIDAM/FECLESC) e bacharelando em Antropologia (UNILAB). Docente do Instituto Educacional Cearense (IEC).

Publicado
2018-12-24
Seção
Artigos de Pesquisa