O conceito kantiano de máxima e a solução da antinomia da faculdade de julgar teleológica na terceira Crítica

Autores

  • Renato Valois Cordeiro

Palavras-chave:

Filosofia prática, filosofia teórica, filosofia transcendental,

Resumo

O presente artigo visa explicar o conceito kantiano de máxima. Seu propósito é aduzir uma interpretação capaz de identificar as diferentes funções deste conceito na filosofia de Kant. Além disso, o autor explora as consequências da sua análise na esfera da solução da antinomia da faculdade de julgar teleológica na terceira Crítica. No cerne desta antinomia está a alegação de Kant, segundo a qual toda a “aparência” (Anschein) de conflito entre as máximas mecânica e teleológica provém da confusão de um princípio da faculdade de julgar reflexiva com um princípio da faculdade de julgar determinante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

01-12-2007

Como Citar

Cordeiro, R. V. (2007). O conceito kantiano de máxima e a solução da antinomia da faculdade de julgar teleológica na terceira Crítica. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia Da Unesp, 30(2), 135–149. Recuperado de https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/transformacao/article/view/955

Edição

Seção

Artigos e Comentários

Artigos Semelhantes

<< < 1 2 3 4 5 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.