O Legislador e a formação do espírito público no republicanismo de Rousseau

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-3173.2020.v43n2.17.p301

Palavras-chave:

Legislador, Espírito público, Republicanismo, Rousseau

Resumo

Ao encerrar a sua explicação concernente à noção de Lei no capítulo VI do Livro segundo do Contrato social, Jean-Jacques Rousseau apresenta algumas inquietações sobre a capacidade de uma população prematura elaborar um sistema de legislação. Tais inquietações conduz o pensador genebrino a preconizar a necessidade de uma figura polêmica e excepcional na engrenagem política republicana: o Legislador. Considerando a excepcionalidade dessa figura, o presente artigo sustentará a hipótese de que mais do que alguém hábil em apresentar um conjunto de leis para um determinado povo, a função republicana primordial endereçada ao Legislador é a de contribuir para engendrar um espírito público em cada cidadão pertencente à república. A hipótese apresentada será defendida a partir de três objetivos: primeiro, examinar-se-ão as razões pelas quais Rousseau julga ser necessário um Legislador na ordenação republicana; segundo, analisar-se-á por que a construção de um espírito público pelo Legislador pode ser considerada uma função republicana; terceiro, perscrutar-se-á quais são as condições necessárias para um povo receber uma boa legislação.

Recebido: 11/12/2017
Aceito: 26/4/2019

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vital Francisco Celestino Alves, Universidade Federal de Goiás

Doutor em Filosofia, Universidade Federal de Goiás (UFG).

Referências

ARISTÓTELES. A política. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

BURGELIN, M. Annales. Le coloque Rousseau au Collège de France. Paris: Armand Colin, 1963.

CASSIRER, Ernest. A questão Jean-Jacques Rousseau. São Paulo: Unesp, 1999.

DERATHÉ, Robert. L’Homme selon Rousseau. Études sur le Contrat social de Jean-Jacques Rousseau: Actes des journées d’études organisées à Dijon pour la commémoration du 200e aniversaire du Contrat social. Dijon: p. 388-428, 1964.

GAGNEBIN, M. Le role du législateur dans les conceptions politiques de Rousseau. Études sur le “Contrat social” de J.-J. Rousseau. Actes des journées d’études tênues à Dijon, p. 277-290, 1962.

MAQUIAVEL, N. Discurso sobre a primeira década de Tito Lívio. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

MARTIN-HAAG, Éliane. Rousseau ou la conscience sociale des Lumières. Paris: Honoré Champio, 2009.

MASTERS, Roger D. The political philosophy of Rousseau. Princeton: University Press, New Jersey, 1968.

MONTESQUIEU. Considerações sobre as causas da grandeza dos romanos e da sua decadência. São Paulo: Saraiva, 2005.

MONTESQUIEU. O espírito das leis. São Paulo: Nova Cultural, 1997 (Coleção Os Pensadores).

NASCIMENTO, Milton Meira. O legislador e o escritor político, duas formas e aproximação da opinião pública em Rousseau. Belo Horizonte: Kriterion, Ed. UFMG, 1997.

MONTESQUIEU. Contrato social: entre a escala e o programa. São Paulo: Discurso, Ed. USP, 1984.

PLATÃO. A república. São Paulo: Nova Cultural, 1997 (Coleção Os Pensadores).

PLATÃO. As leis. São Paulo: Edipro, 2010.

PLATÃO. Político. São Paulo: Abril Cultural, 1972. (Coleção Os Pensadores).

POLIN, R. La fonction du législateur chez J.-J. Rousseau. In POLIN, R. Jean-Jacques Rousseau et son Oeuvre. Problèmes et Recherches, Paris, Klincksieck, 1964.

ROUSSEAU, J.-J. Oeuvres complètes. Paris: Gallimard, Volumes I, II, III et IV – 1959, 1961, 1964, 1969. (Bibliothèque de La Pléiade)

ROUSSEAU, J.-J. Do Contrato Social. Tradução de Lourdes Santos Machado; Introdução e notas de Paul Arbousse-Bastide e Lourival Gomes Machado São Paulo: Nova Cultural, 1997 (Coleção Os Pensadores).

ROUSSEAU, J.-J. Rousseau e as relações internacionais. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado e Editora UnB, 2003.

SALINAS FORTES, Luís Roberto. Rousseau: da teoria à prática. São Paulo: Ática, 1976.

SHKLAR, J. N. Men & citizens – a study of Rousseau’s social theory. Cambridge University Press: New Yourk: 1985.

SPECTOR, Céline. Rousseau: les paradoxes de l’autonomie démocratique. Paris: Michalon Éditeur, 2015.

STRAUSS, Leo. L’intention de Rousseau. In: STRAUSS, Leo. Pensée de Rousseau. Paris: Seuil, p. 67-94, 1984.

VAUGHAN, C.E. The political writings of Jean-Jacques Rousseau. Editado consoante os manuscritos originais e as edições autênticas, com Introduções e Notas, Cambridge University Press, 2 v., in-8º, 1915

Recebido: 11/12/2017 - Aceito: 26/4/2019

Downloads

Publicado

2020-06-30 — Atualizado em 2021-09-01

Como Citar

Alves, V. F. C. (2021). O Legislador e a formação do espírito público no republicanismo de Rousseau. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 43(2), 301–324. https://doi.org/10.1590/0101-3173.2020.v43n2.17.p301

Edição

Seção

Artigos e Comentários