UM INIMIGO DO POVO

O LIVRE-PENSADOR E O SUICÍDIO

Autores

  • ULISSES RAZZANTE VACCARI

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-317320160005000011

Palavras-chave:

Livre-Pensamento, Suicídio, Autossacrifício, Romantismo

Resumo

Partindo de uma leitura da peça Um inimigo do povo, de Ibsen, o presente texto procurará definir o livre-pensador como aquele que se opõe ao pensamento ou aos pensamentos dominantes, ousando pensar por si próprio. Ao fazê-lo, o livre-pensador se sacrifica, cometendo uma espécie de suicídio (material e moral), proveniente de seu amor incondicional pela sua comunidade. A partir da definição de Ibsen, o artigo procurará alguns exemplos na história do pensamento que a corroborem, como Sócrates, Galileu e Espinosa. No caso da arte, o texto tecerá algumas considerações acerca da transposição dessa condição do livre-pensador para o teatro, como acontece com o Galileu, de Brecht, e A morte de Empédocles, de Hölderlin. Ao final do texto, pretende-se mostrar que também Nietzsche possui uma concepção a respeito do livre-pensador, o qual deve se tornar atemporal e póstumo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

ULISSES RAZZANTE VACCARI

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Downloads

Publicado

2017-01-17

Como Citar

VACCARI, U. R. (2017). UM INIMIGO DO POVO: O LIVRE-PENSADOR E O SUICÍDIO. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 39(Special Issue), 173–190. https://doi.org/10.1590/S0101-317320160005000011

Edição

Seção

Artigos e Comentários

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)