DA REPRESENTAÇÃO NO PROCESSO EDUCACIONAL: ENTRE A FESTA E O ESPETÁCULO

Autores

  • Wilson Alves de PAIVA

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31732015000400004

Palavras-chave:

Rousseau. Emílio. Educação e filosofia. Festas e representação.

Resumo

No intercurso das relações sociais, o homem passa da representação dos objetos para a representação de si mesmo. Pelo relato do Segundo discurso, a ordem social fez dos acontecimentos um espetáculo enganoso porque, em vez de unir as pessoas, acabou por separá-las, interpondo o fenômeno, o parecer. Se o mundo se tornou, dessa forma, pura representação e a vida, uma encenação, a melhor máscara a ser colocada é a de um homem civil, e o papel a ser desenvolvido é o de um homem virtuoso, que tudo faz pela coletividade. A saída parece ser educacional, visto que o Emílio traz um projeto de formação humana que usa da representação de forma bem intencionada, já que não gera o espetáculo, a pompa e nem a usurpação. Tal situação pode ser entendida como o emprego da arte em benefício da moral, emprego da ficção, da brincadeira, do jogo e da imaginação em favor de uma ação cuja arte seja a de operar a restauração da natureza no homem e prepará-lo para o melhor convívio com seus semelhantes. Emílio é exercitado contra o sortilégio do jogo representativo e colocado em relação direta com a realidade, isto é, com a natureza e com as condições mais aproximadas do estado natural. Daí a valorização da vida campesina com suas festividades como ponto de partida de sua educação, a qual termina no pleno turbilhão social, tirando proveito inclusive dos espetáculos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wilson Alves de PAIVA

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Downloads

Publicado

2015-09-22

Como Citar

PAIVA, W. A. de. (2015). DA REPRESENTAÇÃO NO PROCESSO EDUCACIONAL: ENTRE A FESTA E O ESPETÁCULO. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 38(Special Issue). https://doi.org/10.1590/S0101-31732015000400004

Edição

Seção

Artigos e Comentários