Uma filosofia da história tornada sóbria Sobre o papel da filosofia da história na teoria crítica da sociedade de Jürgen Habermas

Autores

  • Georg LOHMANN

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31732013000300012

Palavras-chave:

Filosofia da História, teoria crítica da sociedade, Jürgen Habermas

Resumo

Após uma parte introdutória sobre o estatuto da filosofia da história como conhecimento, o texto procura analisar o corte efetuado por Habermas em sua trajetória teórica visando livrar sua teoria social daquela filosofia e, consequentemente, superar as teses acerca da construção de um sujeito da história e da exequibilidade da história. Com essa análise procura-se diagnosticar as transformações fundamentais que esse corte ou rejeição, por parte de Habermas, do pensamento próprio da filosofia da história trouxe para a sua teoria crítica da sociedade, e também apontar os rudimentos e traços daquela filosofia nessa teoria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-09

Como Citar

LOHMANN, G. (2013). Uma filosofia da história tornada sóbria Sobre o papel da filosofia da história na teoria crítica da sociedade de Jürgen Habermas. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 36(3), 203–224. https://doi.org/10.1590/S0101-31732013000300012

Edição

Seção

Artigos e Comentários