Hermenêutica medieval: a compreensão espiritual de Joaquim de Fiore

Autores

  • Noeli Dutra Rossatto

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31732012000400008

Palavras-chave:

Hermenêutica, Joaquim de Fiore, Exegese, Alegoria, Tipologia.

Resumo

O estudo trata a hermenêutica medieval sob o prisma da compreensão espiritual (intelectio spiritualis) de Joaquim de Fiore (1135-1202). Mostra que a noção de Trindade serve de base para retomar o método alegórico e o tipológico da tradição. Além disso, serve para propor o novo método por concórdia que, a nosso ver, culminará na maior inovação da leitura da história medieval. Entre os resultados, destacamos a continuidade imediata dessa hermenêutica com os franciscanos espirituais do século XIII e sua influência direta na cultura luso-brasileira. Avaliamos também os estudos que tentam encontrar em Joaquim a gênese da filosofia da história hegeliana. Por fim, analisamos sumariamente a proposta de Gianni Vattimo, que encontra o novo sentido do cristianismo no legado joaquimita.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-18

Como Citar

Rossatto, N. D. (2012). Hermenêutica medieval: a compreensão espiritual de Joaquim de Fiore. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 35, 99–118. https://doi.org/10.1590/S0101-31732012000400008

Edição

Seção

Artigos e Comentários