Comentário a “Por que não somos só o nosso cérebro: em defesa do enativismo”: representações situadas como um terreno comum entre o cognitivismo e o enativismo

Autores

  • Felipe Nogueira de Carvalho UFMG

Palavras-chave:

Comentário

Resumo

Referência do artigo comentado: ROLLA, G. Por que não somos só o nosso cérebro: em defesa do enativismo. Trans/Form/Ação: Revista de filosofia da Unesp, v. 46, Número especial “Filosofia Autoral Brasileira”, p. 207- 236, 2023.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Nogueira de Carvalho, UFMG

Universidade Federal de Minas Gerais (|UFMG), Belo Horizonte, MG – Brasil. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-0584-3424. E-mail: felipencarvalho@gmail.com.

Referências

HUTTO, D.; MYIN, E. Radicalizing Enactivism: Basic Minds without Content. Cambridge: MIT Press, 2013.

PICCININI, G. Situated Neural Representations: Solving the Problems of Content. Frontiers in Neurorobotics, 16, p. 1-13, abr. 2022.

ROLLA, G. Por que não somos só o nosso cérebro: em defesa do enativismo. Trans/Form/Ação: Revista de filosofia da Unesp, v. 46, Número especial “Filosofia Autoral Brasileira”, p. 207- 236, 2023.

Recebido: 12/03/2023

Aprovado: 15/03/2023

Publicado

2023-05-19

Como Citar

Carvalho, F. N. de. (2023). Comentário a “Por que não somos só o nosso cérebro: em defesa do enativismo”: representações situadas como um terreno comum entre o cognitivismo e o enativismo. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia Da Unesp, 46, 237–242. Recuperado de https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/transformacao/article/view/14565

Artigos Semelhantes

<< < 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.