Uma visão de mundo filosófica

Autores

  • Rodrigo Lastra Cid UNIFAP

Palavras-chave:

Filosofia, Metafísica, Visão de mundo

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar uma visão de mundo filosófica, especificamente metafísica. A importância disso é justamente obter uma visão generalista da realidade, em um momento em que as discussões filosóficas se tornam cada vez mais especializadas. A visão de mundo metafísica apresentada aqui é uma perspectiva geral sobre o tempo, o espaço, a matéria, as leis da natureza, a mente e a normatividade. Para realizar esse objetivo, (1) falaremos um pouco sobre a natureza da filosofia e sobre sua relação com a construção de uma visão de mundo, (2) abordaremos alguns argumentos para tratar da natureza das entidades mencionadas, e (3) concluiremos, apresentando uma visão de mundo metafísica unificada, que leva em consideração tais argumentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Lastra Cid, UNIFAP

Professor adjunto da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Macapá, AP – Brasil. ORCID: https://
orcid.org/0000-0001-6060-9828.

Referências

ANSELMO (1078a). Proslógio. Porto Alegre: Concreta, 2016.

ANSELMO (1078b). Reply to Gaunilo. (excertos). In: DAVIS, F. Anselm’s Proslogion. Trad. de M. Charleswort. Oxford: OUP, 2000, p. 318-326.

ARISTÓTELES (384-322 A.C.). Concerning indivisible lines. In: SMITH J. A.; ROSSE, W. D. The Works of Aristotle; parte 2. Londres: Oxford, 1908.

BELL, J. (2005). Continuity and Infinitesimals. In: ZALTA, E. N. (ed.). The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Edição do Outono de 2008 – correção substantiva). Disponível em: http://plato.stanford.edu/archives/fall2010/entries/continuity/. Acesso em: 24 set. 2010.

BERRYMAN, S. (2005). Ancient Atomism. In: ZALTA, E. N. (ed.). The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Edição do Outono de 2008 – correção substantiva). Disponível em: http://plato.stanford.edu/archives/fall2008/entries/atomism-ancient/. Acesso em: 24 set. 2010.

BLACKBURN, S. Essays in Quasi-Realism. Oxford: Oxford University Press, 1993.

CID, R. Reduzindo as desigualdades sociais: as capacidades na manutenção da segurança humana. Revista Páginas de Filosofia: v. 2, n. 2, p. 107-137, 2010a. [Republicada em: MACIEL, S. F. et al. Política Prática. Macapá: Editora da UNIFAP, 2020.]

CID, R. A necessidade, a possibilidade e as leis da natureza. Investigação Filosófica, v. 1, n. 1, art. 1, 2010b.

CID, R. Dois tipos de possibilidades metafísicas. Revista Índice, v. 2, p. 86- 93, 2010c.

CID, R. McTaggart e o problema da realidade do tempo. Argumentos, v. 3, n. 5, p. 99-110, 2011.

CID, R. Por que há algo, e não nada. Investigação Filosófica, v. 1, n. 1, art. 1, 2012.

CID, R. As leis da natureza e os casos de Tooley. Manuscrito, v. 36, n. 1, p. 67- 101, 2013.

CID, R. Leis da Natureza: uma abordagem filosófica. Macapá: Editora da UNIFAP, 2019.

CID, R. (org.). Tópicos em Metafísica Contemporânea. Porto Alegre: Fi, 2020a.

CID, R. (org.). Refutações: ensaios em política, economia, ética e arte. Porto Alegre: Fi, 2020b.

CID, R. (org.). Uma Ideologia de Centro. Porto Alegre: Fi, 2020c.

CHALMERS, A. (2005). Atomism from the 17th to the 20th Century. In: ZALTA, E. N. (ed.). The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Edição do Outono de 2008 – correções menores). Disponível em: http://plato.stanford.edu/archives/fall2008/entries/atomism-modern/ Acesso em: 24 set. 2010.

COPP, D. (org.). The Oxford Handbook of Ethical Theory. New York: Oxford University Press, 2006.

DAVIS, B. Philosophy of Religion: a guide and antology. Oxford: Oxford University Press, 2000.

HELVÉCIO, L.; CID, R. (org.). Problemas Filosóficos: Uma Introdução à Filosofia. Pelotas: Editora UFPel, 2020.

HOEFER, C.; HUGGETT, N.; READ, J. Absolute and Relational Space and Motion: Classical Theories. In: ZALTA, E. N.; NODELMAN, U. (ed.). The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Winter 2022 Edition). Disponível em: https://plato.stanford.edu/archives/win2022/entries/spacetime-theories-classical/. Acesso em: 24 set. 2010.

HUGGETT, N. (2004). Zeno’s Paradoxes. In: ZALTA, E. N. (ed.). The Stanford Encyclopedia of Philosophy. (Edição do Outono de 2008 – correção substantiva). Disponível em: http://plato.stanford.edu/archives/fall2008/entries/paradox-zeno/. Acesso em: 24 set. 2010.

HUGGETT, N.; HOEFER, C.; READ, J. Absolute and Relational Space and Motion: Post-Newtonian Theories. In: ZALTA, E. N. (ed.). The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Spring 2022 Edition). Disponível em: https://plato.stanford.edu/archives/spr2022/entries/spacetime-theories/. Acesso em: 24 set. 2010.

IMAGUIRE, G.; CID, R. (org.). Problemas de Metafísica Analítica. Pelotas: Editora UFPel, 2020.

LEWIS, D. Counterfatuals. Oxford: Blackwell, 1973.

LEWIS, D. New work for a theory of universals. Australasian Journal of Philosophy, v. 61, n. 4, p. 343-377, 1983.

LEWIS, D. On the plurality of worlds. Oxford: Basil Blackwell, 1986.

MACKIE, J. Ethics: inventing right and wrong. 2. ed. London: Penguin Group, 1990.

MCTAGGART, J. M. E. The Unreality of Time. Mind, v. 17, n. 68, p. 457-474, 1908.

MUMFORD, S. Normative and Natural Laws. Philosophy, v. 75, p. 265- 282, 2000.

MUMFORD, S. Laws in Nature. London: Routledge, 2004.

POJMAN, L. P. Philosophy of Religion: An Anthology. Belmont: Wadsworth, 2003.

POPPER, K. The Open Society and Its Enemies. London: George Routledge & Sons, 1945.

RAWLS, J. O Direito dos Povos. Trad. Luís Carlos Borges. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

ROWE, W. Introdução à Filosofia da Religião. Trad. Vítor Guerreiro. Lisboa: Verbo, 2007.

SEN, A. Desenvolvimento como Liberdade. Trad. Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia das Letras, 2000a.

SEN, A. Social Exclusion: Concepts, Application, and Scrutiny. Manila, Asian Development Bank, 2000b.

SEN, A. Desigualdade Reexaminada (trad. Ricardo Doninelli Mendes). Rio de Janeiro, Record, 2001a.

SEN, A. Why Human Security? In: INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON HUMAN SECURITY, 2001b.

SEN, A. Basic Education and Human Security. Kolkata: Commission on Human Security, UNICEF, the Pratichi Trust, Harvard University, 2002.

SOBER, E. Freedom, determinism, and causality. In: SOBER, E. Core Question in Philosophy: A Text with Readings. 5. ed. New Jersey: Prentice Hall, 2008. p. 293-302.

VARZI, Achille (2009). Mereology. In: ZALTA, E. N. (ed.). The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Edição da Primavera de 2010 – correções menores). Disponível em: http://plato.stanford.edu/archives/spr2010/entries/mereology/. Acesso em: 24 set. 2010.

Recebido: 12/09/2023

Aceito: 16/01/2023

Publicado

08-07-2023

Como Citar

Lastra Cid, R. (2023). Uma visão de mundo filosófica. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia Da Unesp, 46, 571–596. Recuperado de https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/transformacao/article/view/13710