Implicações da cultura de piedade filial da China para seu cuidado de idosos contemporâneos

Autores

  • Hua Li Shandong Normal University
  • Gengxuan Wu Shandong Normal University

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-3173.2022.v45esp2.p69

Palavras-chave:

Piedade filial, Cultura chinesa, Sociedade envelhecida.

Resumo

A piedade filial era um valor central na cultura chinesa antiga, e ainda exerce influência significativa nas atitudes, comportamento e vida cotidiana do povo chinês. Atualmente, a China está enfrentando uma população cada vez mais envelhecida e as preocupações associadas a como cuidar adequadamente dos idosos do país. Através da revisão vertical da piedade filial, ao longo da história da China, para este trabalho, dois elementos constantes emergiram nas tradições, a saber, apoio e respeito. Argumenta-se que a abordagem do problema contemporâneo do cuidado ao idoso exigirá a incorporação adequada de ambas as dimensões, ou seja, fornecer não apenas apoio material ao idoso, na família e na sociedade, mas também prover seu cuidado espiritual. Argumenta-se ainda que quaisquer abordagens destinadas a tratar da questão devem ser baseadas nas condições sociais e culturais reais, na China, incluindo e passando além das tradições culturais de piedade filial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hua Li, Shandong Normal University

Ph. D. Institute of Qilu-Culture Studies, Shandong Normal University, Jinan 250014, China.

Gengxuan Wu, Shandong Normal University

Institute of Qilu-Culture Studies, Shandong Normal University, Jinan 250014, China.

Referências

BEDFORD, O.; YEH, K. H. The history and the future of the psychology of filial piety: Chinese norms to contextualized personality construct. Frontiers in Psychology, v. 10, p. 100, 2019.

FU, Y. Y.; XU, Y.; CHUI, E. W. T. Development and validation of a filial piety scale for Chinese elders in contemporary China. The International Journal of Aging and Human Development, v. 90, p. 176-200, 2020.

LI, K. Q. Report on the Work of the Government, 0-36, 2021. Available on: http://www.xinhuanet.com/english/download/2021-3-12/report2021.pdf. Accessed on: Jan. 20, 2021.

LUM, T. Y. S. et al. Measuring filial piety in the 21st Century: Development, Factor Structure, and Reliability of the 10-Item Contemporary Filial Piety Scale. Journal of applied gerontology: the official journal of the Southern Gerontological Society, v.35, p. 1235-1247, 2016.

NIE, J. B. The summit of a moral pilgrimage: Confucianism on healthy ageing and social eldercare. Nursing Ethics, v. 28, n. 3, p. 316-326, 2021.

OLWEN, B.; KUANG-H. Y. Evolution of the Conceptualization of Filial Piety in the Global Context: From Skin to Skeleton. Front Psychol, v. 12, p. 1-14, 2021.

WANG, T. Y. From Tradition to Transformation: How to Provide Long-Term Care to the Elderly People in China? Ius Comparatum - Global Studies in Comparative Law, v. 52, p. 265-278, 2020.

ZHANG, M. Y.; TIAN, L.; WANG, D. H.; WEI, J. Filial piety dilemma solutions in Chinese adult children: The role of contextual theme, filial piety beliefs, and generation. Asian Journal of Social Psychology, v. 23, p. 227-237, 2019.

Received: 26/4/2021 - Accept: 06/12/2021

Downloads

Publicado

2022-04-26

Como Citar

Li, H., & Wu, G. (2022). Implicações da cultura de piedade filial da China para seu cuidado de idosos contemporâneos. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 45, 69–86. https://doi.org/10.1590/0101-3173.2022.v45esp2.p69

Edição

Seção

Artigos e Comentários