Entrevista: não podemos pensar na experiência negra no Brasil sem considerar suas relações históricas e contemporâneas com a Africa. Com Luiza Nascimento dos Reis

Autores

  • Luca Bussotti Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Palavras-chave:

Entrevista, relações históricas, Africa, Brasil

Resumo

A revista Trans/Form/Ação publica, neste número, a entrevista com Luiza Nascimento dos Reis, historiadora e coordenadora do Instituto de Estudos de África da Universidade Federal de Pernambuco, agora associado ao Centro de Estudos Avançados da mesma universidade. Luiza é especialista em história da África e em relações étnico-raciais, com enfoque especial para as relações contemporâneas entre Brasil e Nigéria, destacando as contribuições e interligações entre intelectuais brasileiros e africanos, em meados do século XX. Sua tese abordou a história do mais antigo centro de estudos africanos e asiáticos do Brasil, o Centro de Estudos Afro-Orientais da Universidade Federal da Bahia, da qual derivou, dentre outros, um artigo recente sobre o exílio africano do historiador Paulo Fernando de Moares Farias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luca Bussotti, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Professor Visitante na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife, PE – Brasil, e investigador no Centro de Estudos Internacionais de Lisboa (CEI-ISCTE). Docente no curso de Doutorado em Paz, Democracia, Movimentos Sociais e Desenvolvimento Humano da Universidade Técnica de Moçambique (UDM), Maputo – Moçambique.

Downloads

Publicado

2022-01-06 — Atualizado em 2022-06-23

Como Citar

Bussotti, L. (2022). Entrevista: não podemos pensar na experiência negra no Brasil sem considerar suas relações históricas e contemporâneas com a Africa. Com Luiza Nascimento dos Reis. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 45, 21–30. Recuperado de https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/transformacao/article/view/12800