A relação entre suppositio e significatio na Summa Logicae de Guilherme de Ockham

Autores

  • Ernesto Perini Santos

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31731996000100014

Palavras-chave:

Significatio, Suppositio, Semântica

Resumo

Os conceitos de significatio e de suppositio são centrais na semântica ockhamiana; a primeira noção é uma propriedade de termos isolados; a segunda, de termos em proposições. A compreensão da relação entre os dois é muito importante; está em jogo o caráter atomista ou proposicional de sua semântica. A definição de cada um destes termos remete à definição do outro, não sendo possível determinar a prioridade de um sobre o outro a partir de suas definições. Ambos termos têm excessos em relação ao outro, cobrem casos não cobertos pelo outro. A análise destes excessos permite identificar o termo dominante para explicação de tipos diferentes de fenômenos lingüísticos. Estes tipos de fenômenos são identificados como campos conceituais diferentes, o que permite estabelecer a prioridade de um termo sobre o outro em campos diferentes da semântica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1996-12-01

Como Citar

Santos, E. P. (1996). A relação entre suppositio e significatio na Summa Logicae de Guilherme de Ockham. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 19, 195–203. https://doi.org/10.1590/S0101-31731996000100014

Edição

Seção

Artigos e Comentários