Mito e política

notas sobre o conceito de destino no "jovem" Benjamin

Autores

  • Ernani Chaves

Palavras-chave:

Mito, Destino, Caráter, Repetição, Anarquismo, Sionismo

Resumo

O conceito de mito é uma das chaves para a compreensão do pensamento de Walter Benjamin. O objetivo deste texto é reconstituir a gênese deste conceito com base em suas primeiras formulações, tal como apresentadas em Destino e caráter, texto escrito em 1919. O presente artigo se divide em duas partes: na primeira, reconstituímos os argumentos de Benjamin, a partir da filiação do conceito de destino ao domínio de uma Teoria do Direito e sua necessária inserção em um modo de "temporalidade" definido pela "repetição"; a segunda parte pretende demonstrar que as posições de Benjamin estão estreitamente ligadas a uma posição também política: seu objetivo era, em nome de um anarquismo confesso, se contrapor a todos os "mitos" nacionalistas (que levaram a Alemanha à guerra) e à necessidade de "líderes", "condutores" (Führer) para o povo. Como exemplo dessa perspectiva política, nos baseamos na confrontação, sempre presente, de Benjamin com o Sionismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

1994-01-01

Como Citar

Chaves, E. (1994). Mito e política: notas sobre o conceito de destino no "jovem" Benjamin. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia Da Unesp, 17, 15–30. Recuperado de https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/transformacao/article/view/12383

Edição

Seção

Artigos e Comentários