A AGENDA DE ESTADO MÍNIMO E O AVANÇO DA EXTREMA DIREITA NO BRASIL

EXPRESSÕES NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Autores

  • Cezar Luiz De Mari UFV
  • Lara Carlette Thiengo
  • Savana Diniz Gomes Melo

DOI:

https://doi.org/10.36311/2526-1843.2020.v5n6.p57-75

Palavras-chave:

Educação Superior. Extrema Direita. Conservadorismo.

Resumo

Neste artigo temos como objetivo discutir o avanço da extrema direita no poder fundamentada pelo ideário conservador, e suas expressões na educação superior brasileira. Em termos metodológicos, focamos nas produções do legislativo, para demonstrar que há continuidade e convergência do aprofundamento das reformas para a educação superior pública conforme a ideologia do Estado mínimo. Esta perspectiva delineia-se desde a década de 1990 sendo acentuada nos governos de Michel Temer (2016-2018) e Jair Bolsonaro (2019-atual). A perspectiva da filosofia da práxis gramsciana serviu de base para as análises, compartilhada também por outros estudiosos do campo crítico.

Recebido em 12 de maio de 2020
Aceito em 18 de junho de 2020
Editado em julho de 2020

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-07-21

Edição

Seção

Dossiê temático