Sujeito e resistência na filosofia do conceito de Jean Cavaillès

Autores

  • Caio Souto Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-3173.2020.v43n4.03.p43

Palavras-chave:

filosofia das matemáticas, sujeito, resistência, Cavaillès

Resumo

A “filosofia do conceito” de Jean Cavaillès, erigida sobre o domínio das matemáticas, costuma ser acusada de eliminar o papel do sujeito da construção do conhecimento científico. Em sua defesa, autores como Canguilhem e Badiou evocaram a ação na Resistência Francesa como argumento para a implicação coerente entre sujeito e conhecimento que esta filosofia suscita. Propomos que essa implicação entre sujeito, resistência e pensamento matemático não é arbitrária, mas é uma decorrência necessária da filosofia de Cavaillès.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caio Souto, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Professor de Filosofia pela Universidade do Estado do Amapá (UEAP), Doutor e Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Downloads

Publicado

2020-11-20

Edição

Seção

Artigos/Articles