Esclarecimento e dominação masculina

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-3173.2020.v43n3.23.p313

Palavras-chave:

esclarecimento, civilização, dominação masculina, natureza

Resumo

O diagnóstico fundamental da modernidade de uma perspectiva da teoria crítica incluía o entrelaçamento entre mito e esclarecimento durante o processo de civilização ocidental. Esse artigo pretende analisar tal diagnóstico com base nas considerações apresentadas no livro Dialética do Esclarecimento, levando em consideração o fato de que a modernidade é um projeto fundamentalmente masculino. Se, por um lado, como portadores por excelência da racionalidade ocidental, os homens recusaram às mulheres a “honra da individualização” para estabelecer a dominação masculina, por outro, a indefinição da identidade feminina é justamente o elemento que pode se apresentar como uma potencialidade do ponto de vista da crítica do esclarecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia da Silva Santos, Universidade Federal do Pará

Professora Adjunta da Faculdade de Ciências Sociais/UFPA. Doutorado em Sociologia (USP) e Pós-doutorado em Teoria e História Literária (Unicamp).

Downloads

Publicado

2020-09-10

Edição

Seção

Artigos/Articles