ORTEGA Y GASSET, A VIDA COMO REALIDADE METAFÍSICA

Autores

  • José Mauricio de CARVALHO

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31732015000100010

Palavras-chave:

Metafísica. Características. Realidade. Circunstância.

Resumo

Neste artigo, estudamos as características que o filósofo espanhol Ortega y Gasset atribuiu à vida. Mostramos que o essencial de sua meditação girou em torno do assunto. No entanto, o tema ganhou densidade metafísica somente no final dos anos 1920, quando suas considerações foram inseridas na tradição filosófica do ocidente. Foi quando ele apontou a insuficiência do realismo e do idealismo na abordagem do fundamento pretendido pela Filosofia e apresentou a filosofia da razão vital como um passo adiante das duas grandes perspectivas filosóficas que marcaram a história da metafísica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Mauricio de CARVALHO

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Downloads

Publicado

2015-04-09

Como Citar

CARVALHO, J. M. de. (2015). ORTEGA Y GASSET, A VIDA COMO REALIDADE METAFÍSICA. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 38(1). https://doi.org/10.1590/S0101-31732015000100010

Edição

Seção

Artigos e Comentários