IL GIOVANE JANKÉLÉVITCH TRA SIMMEL E BERGSON

Autores

  • Massimo FERRARI

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-3173201400ne00011

Palavras-chave:

Jankélévitch. Simmel. Bergson. Filosofia della vita. Filosofia francese.

Resumo

L’articolo ricostruisce l’interpretazione della filosofia della vita di Simmel che il
giovane Jankélévitch propose in un articolo del 1925 apparso sulla Revue de Métaphysique et de Morale. Da queste pagine emerge non solo la profonda dimestichezza di Jankélévitch con Simmel, ma anche il tentativo compiuto da Jankélévitch per correggere l’elan vital di Bergson attraverso la concezione
simmeliana della vita e della “tragedia della cultura”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Massimo FERRARI

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Downloads

Publicado

2015-02-19

Como Citar

FERRARI, M. (2015). IL GIOVANE JANKÉLÉVITCH TRA SIMMEL E BERGSON. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 37. https://doi.org/10.1590/S0101-3173201400ne00011

Edição

Seção

Artigos e Comentários