O Compêndio de Gramática Hebraica de Espinosa é uma obra more geometrico demonstrata?

Autores

  • Homero Santiago

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31732013000200003

Palavras-chave:

Espinosa, Método geométrico, Gramática,

Resumo

No prefácio das Obras póstumas de Espinosa, o inacabado Compêndio de gramática da língua hebraica é apresentado como um trabalho que, segundo a intenção do autor, quando concluída, assumiria a forma de uma exposição more geometrico da gramática hebraica. Nos estudos espinosanos, muitas vezes se buscou determinar o aspecto geométrico do trabalho, sobretudo em comparação com a Ética, ou então renegá-lo, afirmando a incongruência de aplicar-se tal método a um objeto, um idioma, inapreensível à geometria. A partir da reconsideração desses argumentos e do estudo de algumas passagens do Compêndio, acreditamos ser possível concluir que a obra era realmente redigida como uma exposição geométrica da gramática hebraica, o que se revela especialmente pela presença de um movimento ordenado e dedutivo a comandar sua composição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-07-26

Como Citar

Santiago, H. (2013). O Compêndio de Gramática Hebraica de Espinosa é uma obra more geometrico demonstrata?. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 36(2), 23–44. https://doi.org/10.1590/S0101-31732013000200003

Edição

Seção

Artigos e Comentários