A bela ordem incorpórea no filebo de Platão

Autores

  • Rodolfo Rachid

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31732012000200002

Palavras-chave:

Dialética. Ontologia. Ideia do Bem.

Resumo

Neste artigo, pretendo analisar como o Filebo de Platão retoma alguns tópicos específicos da dialética platônica, empregando-os a fim de entender como a alma cognitiva pode ser afetada por prazeres falsos, por opiniões falsas e por imagens falsas. Este estudo visa a criticar certas leituras modernas do platonismo, especialmente a teoria esoterista, baseada na doutrina não escrita de Platão, cujo escopo central estipula um revisionismo da teoria platônica das Formas, defendendo a emergência de uma nova ontologia, explicada por dois princípios, o Um e a Díada ilimitada do grande e do pequeno, concebidos, assim, como princípio formal e princípio material.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-08-03

Como Citar

Rachid, R. (2012). A bela ordem incorpórea no filebo de Platão. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 35(02), 3–30. https://doi.org/10.1590/S0101-31732012000200002

Edição

Seção

Artigos e Comentários