Comentário a A investigação arqueológica como diagnóstico do presente:

uma crítica ao pensamento antropológico

Autores

  • Rogério Luís da Rocha Seixas

Palavras-chave:

Arqueologia, Crítica, Diagnóstico do presente, Antropologia

Resumo

Referência do artigo comentado: SILVA, Fernanda Gomes da. A investigação arqueológica
como diagnóstico do presente: uma crítica ao pensamento antropológico. Trans/Form/
Ação: revista de Filosofia da Unesp, v. 45, n. 4, p. 65-84, 2022.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CASTRO, Edgardo. Introdução a Foucault. Tradução de Beatriz de Almeida Magalhães. 1. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

DÍAZ, Esther. A Filosofia de Michel Foucault. Tradução de Cesar Candiotto. 1. ed. São Paulo: Editora Unesp, 2012.

FOUCAULT, Michel. As palavras e as coisas: uma arqueologia das ciências humanas. Tradução de Salma Tannus Muchail. 8.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

SILVA, Fernanda Gomes da. A investigação arqueológica como diagnóstico do presente: uma crítica ao pensamento antropológico. Trans/Form/Ação: revista de Filosofia da Unesp, v. 45, n. 4, p. 65-84, 2022.

Recebido: 16/07/2022 Aceito: 25/07/2022

Publicado

2022-09-19

Como Citar

Seixas, R. L. da R. (2022). Comentário a A investigação arqueológica como diagnóstico do presente: : uma crítica ao pensamento antropológico. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia Da Unesp, 45(4), 89–92. Recuperado de https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/transformacao/article/view/13750

Edição

Seção

Artigos e Comentários