Constelação, parataxe e ensaio

os arcanos do pensamento da não identidade

Autores

  • Fabiano Leite França

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-3173.2022.v45n4.p33

Palavras-chave:

Adorno, Benjamin, Constelação, Ensaio

Resumo

O propósito deste trabalho consiste na reconstrução dos conceitos de constelação, parataxe
e ensaio no pensamento de Theodor Adorno, no intuito de aproximá-los por afinidade, porém,
demonstrando a maneira que cada qual expressa, dentro de suas especificidades, a insistência de
Adorno em um modelo de pensamento no qual o não idêntico: 1) resiste à subsunção conceitual, ao
se dispor em uma configuração constelatória; 2) não sucumbe a justaposições subordinadas próprias
da linguagem meramente comunicativa; e 3) encontra sua melhor expressão filosófica na forma ensaio.
Para tanto, tomar-se-á como ponto de partida o rearranjo da categoria de constelação como herança
do pensamento de Walter Benjamin, para, em seguida, apresentar a ampliação dessa categoria no
pensamento de Adorno, relacionando-a tanto à concepção de parataxe como à acepção da forma
ensaio, mas visando a entender essas categorias enquanto modo de se pensar filosoficamente, com
vistas à elucidação do lugar do não idêntico no âmbito do pensamento dialético.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADORNO, T. Parataxis. In: Notas de literatura. Trad. Celeste Aída Galeão e Idalina Azevedo da Silva. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1991.

ADORNO, T. Jargon der Eigentlichkeit. In: Gesammelt Schriften 13. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1996.

ADORNO, T. Notas de literatura I. Trad. Jorge de Almeida. São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2003a.

ADORNO, T. Die Aktualität der Philosophie. In: Philosophische Früschriften. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 2003b.

ADORNO, T. Dialética Negativa. Trad. Marco Antônio Casanova. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

ADORNO, T. Três estudos sobre Hegel. Trad.: Ulisses Razzante Vaccari. São Paulo: Editora UNESP, 2013. (Coleção Adorno).

ADORNO, T. An introduction to dialectics. Translated by Nicholas Walker. Cambridge: Polity, 2018.

ADORNO, T; HORKHEIMER, M. Dialética do Esclarecimento. Trad. Guido Antônio de Almeida. Rio de Janeiro: Ática, 2006.

BENJAMIN, W. Magia e Técnica, Arte e Política. 7. ed. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1994. v.1 (Obras escolhidas).

BENJAMIN, W. Origem do drama trágico alemão. Trad. João Barrento. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

BUCK-MORSS, S. Origen de la dialéctica negativa: Theodor W. Adorno, Walter Benjamin y el Instituto de Frankfurt. Trad. Nora Maskivker. Madri: Siglo Veintiuno, 1981.

CÂMARA JÚNIOR, J. M. Dicionário de filologia e gramática. Rio de Janeiro: J. Ozon, 1974.

CHIARELLO, M. Natureza-morta: Finitude e negatividade em Theodor Adorno. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.

DUARTE, R. Mimesis e Racionalidade: a concepção de domínio da natureza em Theodor W. Adorno. São Paulo: Loyola, 1993.

GAGNEBIN, J.-M. Do conceito de Darstellung em Walter Benjamin ou verdade e beleza. Kriterion: Revista de Filosofia [on-line], v. 46, n. 112, p. 183-190, 2005. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0100-512X2005000200004. Epub 13 Mar 2006. ISSN 1981-5336. Acesso em: 2 jul. 2022.

GATTI, L. Constelações: Crítica e verdade em Benjamin e Adorno. São Paulo: Loyola, 2009.

HEGEL, G. W. F. Princípios da filosofia do direito. Trad. Orlando Vitorino. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

HEGEL, G. W. F. Fenomenologia do espírito. 6. ed. Trad. Paulo Menezes, Karl-Heinz Efken e José Nogueira Machado. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

HÖLDERLIN, F. Sämtliche Werke und Briefe. München: Carl Hanser, 1970.

JAMESON, F. O marxismo tardio: Adorno, ou a persistência da dialética. Trad. Luiz Paulo Rouanet. São Paulo: Editora UNESP, 1997.

LEBRUN, G. A paciência do conceito: ensaio sobre o discurso hegeliano. Trad. Silvio Rosa Filho. São Paulo: Editora UNESP, 2006.

O’CONNOR, B. Adorno’s negative dialectic: philosophy and the possibility of critical rationality. Cambridge- MA: MIT Press, 2005.

SAFATLE, V. Dar corpo ao impossível: O sentido da dialética a partir de Theodor Adorno. Belo Horizonte: Autêntica: 2019.

Recebido: 17/04/2022 Aceito: 17/06/2022

Downloads

Publicado

2022-09-14 — Atualizado em 2022-09-21

Como Citar

França, F. L. (2022). Constelação, parataxe e ensaio: os arcanos do pensamento da não identidade. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 45(4), 33–54. https://doi.org/10.1590/0101-3173.2022.v45n4.p33

Edição

Seção

Artigos e Comentários