Sou uma rede de Narrativas

Aproximações entre Paul Ricoeur e Alice Munro

Autores

  • Janessa Pagnussat Universidade Federal de Santa Maria
  • Ivone Maria Mendes Silva Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Jerzy André Brzozowski Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Palavras-chave:

Identidade, Narratividade, Doença de Alzheimer, Alice Munro, Paul Ricoeur

Resumo

Neste artigo, pretendemos abordar o papel da memória e da narrativa na constituição da identidade pessoal, a partir de conceitos teóricos da obra de Paul Ricoeur (em especial O si-mesmo como outro) e da análise do conto “O urso atravessou a montanha”, de Alice Munro. Esse movimento nos permitirá sublinhar a ideia de que, contrariamente ao que parte da literatura sobre identidade e narrativa tem sustentado, não é só aquilo que poderíamos chamar de auto-narrativa que cumpre um papel na manutenção da identidade pessoal. Ao invés disso, recuperamos a ideia ricoeuriana de uma rede de narrativas ou emaranhado de histórias, na qual auto- e hetero-narrativas se imbricam mutuamente servindo de sustentáculos para as identidades constituídas sobre ela.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janessa Pagnussat, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda junto ao Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFSM.

Ivone Maria Mendes Silva, Universidade Federal da Fronteira Sul

Professora da Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Erechim.

Jerzy André Brzozowski, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Professor do Departamento de Filosofia – UFSC.

Referências

ASSMANN, Aleida. Espaços da recordação: formas e transformações da memória cultural. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2011.

BOTTON, João Batista. Mesmidade, ipseidade, vontade: as aporias da noção ricoeuriana de subjetividade. Impulso, Piracicaba, v. 24, n. 59, p. 25-34, 2014.

CORÁ, Élsio José. A hermenêutica do si-mesmo e a identidade narrativa em Paul Ricoeur. Studium: Revista de Filosofia, Recife, n. 13-14, p. 31-49, jul. 2004.

ÉTIENNE, Jacques. La question de l’intersubjectivité – Une lecture de Soi-même comme un autre de Paul Ricoeur. Revue théologique de Louvain, v. 28, p. 189-215, 1997.

FERIANI, Daniela. Rastros da memória na doença de Alzheimer: entre a invenção e a alucinação. Revista de Antropologia, v. 60, n. 2, p. 532-561, 2017.

FERNANDES, Sara M. de Matos Roma. Identidade narrativa e identidade pessoal: uma abordagem da filosofia de Paul Ricoeur. Revista Philosophica, Lisboa, p. 75-94, 2008.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Uma filosofia do cogito ferido: Paul Ricouer. Estudos Avançados, São Paulo, p. 261-272, 1997.

GIBSON, James. Interpreting Words, Interpreting Worlds. The Journal of Aesthetics and Art Criticism, v. 64, n. 4, p. 439-450, 2006.

GIBSON, James. Cognitivism and the Arts. Philosophical Compass, v. 3, n. 4, p. 573-589, 2008.

GRONDIN, Jean. Paul Ricoeur. São Paulo: Loyola, 2015.

HELENO, José Manuel. À procura de um narrador: Ricoeur e a identidade narrativa. Phainomenon, Lisboa, n. 04, p. 111-122, 2002.

HUME, David. Tratado da Natureza Humana. Trad. Déborah Danowski. 2. ed. São Paulo: UNESP, 2009.

LIBERA, Alain de. Archéologie du sujet. I. Naissance du sujet. Paris: Vrin, 2007.

LISBOA, Marcos José Alves. O conceito de identidade narrativa e a alteridade na obra de Paul Ricoeur: aproximações. Impulso, Piracicaba, v. 23, n. 56, p. 99-112, jan./abr. 2013.

MALUFE, Annita Costa. A identidade vazia ou o si-mesmo como nada (Z, personagem de um conto de Juliano Pessanha). Uniletras, v. 30, n. 2, p. 399-408, jul./dez. 2008. Disponível em http://www.uepg.br/uniletras. Acesso em: 11 set. 2017.

MASLIN, Keith. Introdução à Filosofia da Mente. São Paulo: Artmed, 2009.

MEZAN, Renato. Psicanálise e judaísmo: ressonâncias. Rio de Janeiro: Imago, 1995.

MICHEL, Johann. Narrativité, narration, narratologie: du concept ricoeurien d’identité narrative aux sciences sociales. Revue européene des sciences sociales, v. XLI, n. 125, p. 125-142, 2003.

MICHEL, Johann. Da substituição narrativa. In: NASCIMENTO, Cláudio Reichert do; WU, Roberto (org.). Pensar Ricoeur. Porto Alegre: Clarinete, 2016. p. 223-241.

MOURATIAN, Anaïd. Paul Ricoeur et la mémoire des proches. Études Ricoeuriennes, v. 10, n. 1, p. 88-101, 2019.

MUNRO, Alice. O urso atravessou a montanha. In: Ódio, Amizade, Namoro, Amor, Casamento. Trad. Cássio de Arantes Leite. 2. ed. São Paulo: Globo, 2013.

RICOEUR, Paul. O conflito das interpretações: ensaios de hermenêutica. Trad. Hilton Japiassu. Rio de Janeiro: Imago, 1978.

RICOEUR, Paul. L’identité narrative. Esprit, n. 140/141, p. 295-304, 1988.

RICOEUR, Paul. O que é um texto? In: RICOEUR, Paul. Do texto à ação: ensaios de hermenêutica II. Portugal, Porto: Rés, 1989. p. 141-162.

RICOEUR, Paul. Tempo e narrativa - Tomo I. Trad. Constança Marcondes Cesar. Campinas: Papirus, 1994.

RICOEUR, Paul. Leituras 2: A região dos filósofos. Trad. Marcelo Perine e Nicolás Nyimi Campanário. São Paulo: Loyola, 1996.

RICOEUR, Paul. Tempo e narrativa - Tomo III. Trad. Roberto Leal Ferreira. Campinas: Papirus, 1997.

RICOEUR, Paul. Entre mémoire et histoire. Projet, n. 248, p.12, 1996-1997.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Editora da Unicamp, 2007.

RICOEUR, Paul. Escritos e Conferências I: em torno da psicanálise. São Paulo: Loyola, 2010.

RICOEUR, Paul. Entre tempo e narrativa: concordância/discordância. Trad. João Batista Botton. Kriterion, Belo Horizonte, n. 125, p. 299-310, jun. 2012.

RICOEUR, Paul. O Si-Mesmo como Outro. Trad. Ivone C. Benedetti. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2014.

RICOEUR, Paul. Escritos e Conferências III: antropologia filosófica. São Paulo: Loyola, 2016.

RIPA, Luisa. La construcción narrativa identitaria como forma de construcción del mundo de la vida: “irrealidade” y “prueba” del dolor. Peri, v. 07, n. 01, p. 170-185, 2015.

SCHAPP, Wilhelm. Envolvido em histórias: sobre o ser do homem e da coisa. Trad. Maria da Glória Lacerda Rurack, Klaus-Peter Rurack. Porto Alegre: Fabris, 2007.

STRAWSON, Galen. Against Narrativity. Ratio, v. XVII, n. 4, p. 428-452, 2004.

Recebido: 28/03/2022

Aprovado: 31/05/2022

Publicado

2022-09-14 — Atualizado em 2022-09-21

Como Citar

Pagnussat, J., Mendes Silva, I. M. ., & Brzozowski, J. A. (2022). Sou uma rede de Narrativas: Aproximações entre Paul Ricoeur e Alice Munro. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia Da Unesp, 45(4), 93–116. Recuperado de https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/transformacao/article/view/13162

Edição

Seção

Artigos e Comentários